Seminaristas vivem a dinâmica da Igreja em saída

Por Paulo Roberto da Silva*

Identidade do Conselho Missionário de Seminaristas (COMISE)
O COMISE é o organismo encarregado de animação, formação, articulação e cooperação missionária de seminaristas diocesanos e alunos das casas de formação religiosa.

Por ser um conselho missionário que existe, conforme sua natureza, para favorecer “uma maior unidade e eficácia operativa na animação e cooperação, e, para evitar concorrências e paralelismos” (Cooperatio Missionalis, 12), o COMISE não é um movimento ou um grupo missionário restrito a alguns seminaristas. Sua atuação visa comunhão e sinodalidade, é aberta aos interessados e quer beneficiar a todos.

A existência, articulação e atuação do COMISE se fundamentam nas orientações e recomendações presentes em diversos documentos da Igreja Universal e nos da CNBB. Os bispos do Brasil reconhecem sua importância: “Assinalamos com alegria o surgimento dos Conselhos Missionários de Seminaristas (COMISE) em muitas casas de formação presbiteral pelo Brasil afora; o objetivo dessa articulação é garantir uma formação missionária aos candidatos ao ministério ordenado” (Estudos da CNBB 108, Missão e cooperação missionária, 34).

COMISE no Regional Sul 1: equipe de coordenação e prioridades para o triênio
O Conselho Missionário de Seminaristas do Regional Sul 1 da CNBB atua em todo o Estado de São Paulo; são 52 dioceses. Seu início se deu durante o I Congresso do COMISE do Regional, acontecido em Jundiaí, entre os dias 27 e 30 de junho de 2015.

Hoje, o COMISE possui sua equipe de coordenação regional, eleita em 2018 durante o IV Congresso Missionário de Seminaristas realizado na diocese de Mogi das Cruzes. Compõem essa equipe: o coordenador, o vice-coordenador, o secretário, o assessor dos religiosos, o secretário de comunicação, o secretário de finanças e o assessor eclesiástico.

Essa mesma equipe definiu logo, em sua primeira reunião, três prioridades para o seu triênio: formação, espiritualidade, fraternidade. Ficou acordado também que as atividades missionárias não se resumissem apenas a eventos anuais, mas que fossem espaços para desenvolver autonomia, responsabilidade, espírito missionário, bem como atentar-se para as três prioridades definidas.

COMISE nas Províncias Eclesiásticas
Cientes de que o Estado de São Paulo é extenso, territorialmente falando, e possui diversas realidades e até dificuldades de comunicação, os membros da coordenação estadual elaboraram uma forma de atuação que contemplasse todo o Regional: a presença dos membros do COMISE regional nos eventos e encontros dos COMISEs diocesanos e/ou provinciais. Com esse horizonte, discutido em 2019 no planejamento do V Congresso Missionário de Seminaristas do COMISE, realizado na Diocese de Santos, tomou-se a decisão de efetivar dois projetos (sonhos): a criação de um grupo de representantes dos COMISEs das Províncias e a criação de um grupo de editores para a elaboração de subsídio formativo. Tais iniciativas foram colocadas em prática ainda no Congresso Missionário.

O Regional Sul 1 é dividido em sete Províncias Eclesiásticas: Aparecida, São Paulo, Campinas, Sorocaba, Botucatu, Ribeirão Preto I e Ribeirão Preto II. Dentre as sete Províncias, seis delas têm representação do COMISE: Aparecida, Campinas, Sorocaba, Botucatu, Ribeirão Preto I e II.

Esses seminaristas, de diferentes etapas formativas, foram eleitos pelos membros de suas respectivas Províncias. Eles são mediadores e interlocutores entre os COMISEs diocesanos e/ou provinciais e a coordenação do COMISE regional. Eles são também, de fato, a extensão e os braços do COMISE estadual nas diversas Dioceses e Províncias. É necessário agradecer todo o empenho de cada um deles por sua dedicação incansável, sendo voz e presença do COMISE estadual em diversos seminários e nas casas de formação.

Equipe de subsídios

Existe ainda o grupo de seminaristas dos COMISEs responsável pela elaboração do subsídio formativo. A ideia desse subsídio surgiu como resposta aos desafios apontados pelos seminaristas, representantes de cada Província Eclesiástica. Eles notaram que havia certo enfraquecimento nos COMISEs diocesanos e/ou provinciais por faltar uma dinâmica de encontros formativos, de temática missionária, e também de uma estrutura para nortear a organização e articulação do COMISE junto às casas de formação e aos formadores.

Por isso, foi escolhido o grupo de seminaristas-editores que muito tem feito para a elaboração desse subsídio, sendo um deles na coordenação do grupo, um outro é diagramador e os demais respondem pelas seguintes áreas a serem aprofundadas: formativa, espiritual, social-comunitária.

O subsídio tem por finalidade ser instrumento, ferramenta e base para a realização dos encontros formativos nas casas de formação. Pensado em blocos temáticos, serão três encontros em cada um deles. Esses blocos temáticos serão divididos por trimestre, tornando possível a realização da sugestão dos representantes das Províncias para que os encontros sejam mensais. Esse subsídio formativo, depois de avaliado pelo assessor do COMISE Estadual, pelo COMIRE Regional e pela OSIB, será disponibilizado, de modo virtual, aos COMISEs diocesanos e/ou provinciais. Sua efetivação deve ocorrer em meados de 2021.

1ª Assembleia de Planejamento do COMISE Regional

Para responder às dificuldades apontadas, em janeiro de 2020 foi realizada a 1º Assembléia de Planejamento do COMISE do Regional Sul 1, ocorrida na Diocese de Jundiaí. Durante o evento, foram considerados três pontos principais: cronograma de atividades 2020/2021; apresentação de projetos; Regulamento do COMISE do Regional Sul 1); – e ainda um enfoque (elaboração e organização do subsídio).

No que se refere ao cronograma de atividades, foram definidas as datas de alguns eventos em âmbito estadual, a saber: VI Congresso Missionário de Seminaristas do COMISE; atividades para o Mês Missionário; confraternização dos membros do COMISE estadual junto aos representantes de Províncias e membros do grupo de subsídios; 1º Retiro Missionário do COMISE.

Diversos projetos foram apresentados, destacando-se: o Minuto em Missão, Conto de Missionário e o FORMISE (Formação Missionária de Seminaristas).

Acerca do Regulamento, foi feita a votação dos principais pontos junto aos representantes de Províncias, a saber: história do COMISE Nacional e Regional; estrutura funcional do COMISE Regional/Provincial/Diocesano (periodicidade da equipe de coordenação; especificação das competências e responsabilidades de cada membro da coordenação estadual/provincial/diocesana; definição das responsabilidades dos membros do grupo de subsídios); regimento do Congresso Missionário de Seminaristas do COMISE Regional (estrutura, organização, funções e responsabilidades do COMISE estadual e da Diocese acolhedora); organização e periodicidade da Assembléia de Planejamento do COMISE Estadual.

No que se refere ao subsídio formativo, foram definidos e apresentados, aos representantes de Províncias, os blocos temáticos como antes citamos, bem como definidas as funções dos membros que compõem a equipe que o prepara.

Atuação da coordenação do COMISE regional no tempo de pandemia
Em meio à diversidade de ações desenvolvidas, durante esse novo tempo causado pela pandemia, algumas ações ganham destaque, como descrito a seguir.

A coordenação estadual do COMISE realizou encontros online com os representantes das Províncias e com o grupo de editores. Houve encontros de partilha, oração do terço mariano e reuniões de planejamento. É necessário ressaltar o esforço feito pela coordenação para fazer-se presença junto a cada um deles. Já no primeiro encontro, o coordenador regional dizia a cada um deles: “Vocês não estão sozinhos. Somos uma pequena comunidade e não podemos agir entre nós com indiferença”. E foi se cultivando esse espírito comunitário, no tempo da pandemia, e instaurando uma pequena comunidade formativa, onde se escutava as alegrias e tristezas, onde se rezava e se abastecia de esperança conforme cada um necessitava.

Embora em meio a esse tempo tão turbulento, foi possível realizar uma obra impulsionada pelo Espírito Santo: 1º Encontro de Formação Missionária de Seminaristas (FORMISE). Inicialmente, o evento foi idealizado para acontecer em âmbito estadual, mas depois, ganhou participação e ênfase nacional. Nos encontros virtuais, em três noites seguidas, participaram aproximadamente 400 seminaristas, de 19 Estados do país. Foi um momento de reavivamento missionário e aprofundamento de temáticas missionárias, em que os seminaristas puderam experimentar a força da comunhão eclesial missionária.

Ainda nesse contexto de distanciamento social, com criatividade e as modernas tecnologias de comunicação virtual para viver a dinâmica da Igreja em saída, a coordenação regional do COMISE está organizando e realizando as primeiras visitas virtuais por Províncias Eclesiásticas, nas quais os membros de todos os COMISEs diocesanos estão participando. Além de serem momentos de conhecimento, partilha, troca de ideias, fortalecimento de pertença à Igreja missionária, são oportunidades para conhecer melhor a ação dos COMISEs provinciais e/ou diocesanos.

O COMISE do Regional Sul 1 conta com a confiança e o apoio da Organização dos Seminários e Institutos do Brasil (OSIB) do Regional (reitores e formadores), como também dos Senhores Bispos.

Que a Virgem Maria, Mãe e Mestra, nos ensine com amor e docilidade a seguir os passos do exímio missionário, Nosso Senhor Jesus Cristo.

*Seminarista da Arquidiocese de Aparecida, coordenador do COMISE Regional Sul 1

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados