Seminaristas Claretianos promovem Formação Missionária em BH

O COMISE Claretiano realizou nos dias 12 e 19 de junho, na Paróquia Santo Antônio Maria Claret na cidade de Belo Horizonte (MG), uma formação missionária em preparação para as Santas Missões Populares que será realizada na Paróquia no último fim de semana de junho e no primeiro fim de semana de julho.

O COMISE Claretiano cumprindo o cronograma das atividades missionárias previstas para esse mês de junho realizou nos dias 12 e 19 de junho, dois encontros de formação teológico-missionária onde os paroquianos puderam refletir e tirar as suas dúvidas sobre o fundamento teológico das missões e como realizar as visitas missionárias.

O encontro teve como assessor o Missionário Claretiano Padre Nilton César Boni que ressaltou sobre a importância da missão, seus fundamentos teológicos, deu destaque também a notabilidade de todos os cristãos partilharem a fé batismal através da evangelização, do Anúncio de Jesus Cristo. Em seguida, apresentou 4 documentos da Igreja que falam sobre a missão, a saber, O decreto AD Gentes, a Constituição Dogmática Lumen Gentium, a Exortação Apostólica Evangelii nuntiandi e a Constituição Pastoral Gaudium et Spes. Apresentou o pronunciamento dos três últimos papas sobre a missão e ressaltou que não se deve anunciar o evangelho da tristeza e sim o da alegria, a tristeza não atrai ninguém, o que atrai é a alegria e concluiu dizendo que para se conseguir a alegria o missionário deve estar bem espiritualizado.

Depois que foi apresentando os fundamentos bíblico-teológico da missão, foi mostrado o que são as Santas Missões Populares, que é uma experiência profunda e viva de Deus no coração das comunidades e que coloca a comunidade em estado permanente de Missão, foram apresentadas dicas práticas para as visitas, a saber, como entrar nas casas das famílias, saber escutar com atenção e respeito, cultivar o diálogo sem invadir o espaço do outro que está recebendo a visita dos missionários, e sempre no fim das visitas orar com a pessoa por meio de algum texto bíblico. Por fim, foi aberto o dialogo para perguntas e comentários dos presentes.

Segundo o assessor do encontro, o Missionário Claretiano Padre Nilton César Boni, “A Igreja peregrina é na sua essência é missionária” (AG 2) e nasce do amor apaixonado da SS. Trindade pela humanidade. Evangelizar é tomar consciência da vocação batismal abrindo as portas da própria vida a Cristo Senhor. A missão da Igreja no mundo é ser sal e luz, sinal e presença de Cristo, anunciar a grande verdade revelada: Deus é amor, Deus é alegria. Somos chamados e enviados a fazer do mundo um espaço de santificação por meio do testemunho de nossa fé cristã. Porém, a consciência missionária parte do encontro com a pessoa de Jesus e se renova na Eucaristia e no comportamento diário como servidores do reino. Somos o povo escolhido para anunciar o Ressuscitado e seu projeto, deixando nosso comodismo e partindo para os lugares onde o grito por compaixão precisa ser escutado. Formar para a missão é tarefa da Igreja que ensina a viver e levar a Boa Nova por todos os meios e um deles é através das Santas Missões Populares que renova as comunidades e desperta as lideranças para olhar fixamente nas necessidades do povo. Cada batizado carrega talentos para serem colocados a serviço enriquecendo o tecido eclesial. O povo precisa de formação responsável e madura e os pastores têm o dever de instruí-los para sair em missão e proclamar que Jesus Ressuscitou e nele todos os povos têm vida em abundância. Não percam a oportunidade de serem missionários da alegria do Evangelho, destacou o assessor.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados