Seminário prepara 4º Congresso Missionário Nacional

Motivado pelo tema “Nordeste em missão: o Evangelho é a alegria para uma Igreja em saída”, o Conselho Missionário Regional (Comire) Nordeste 2 da CNBB promoveu, nos dias 21 a 23 de abril, o II Seminário Missionário do Nordeste.

O evento reuniu na Colônia dos Padres Salesianos em Jaboatão dos Guararapes (PE), 122 missionários (as) representantes dos conselhos missionários diocesanos (Comides) e paroquiais, da Infância e Adolescência Missionária (IAM), Juventude Missionária (JM) e Famílias Missionárias, das 20 dioceses que compõe o regional e 14 Congregações e Institutos Religiosos Missionários. O Regional Nordeste 2 compreende os estados de Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.

IMG_2274

“O Espírito que nos reuniu foi o de celebrar a caminhada missionária no Regional à luz do Documento de Aparecida”, afirmou padre Edvaldo Brito, coordenador do Comire Nordeste 2. “Que este encontro não seja só um encontro de estudo, mas também um espaço de convivência e partilha. Nós precisamos aguçar a consciência missionária na Igreja que não pode ser entendida como um departamento ou um serviço apenas”, disse o padre.

O Seminário foi realizado em sintonia com o 4º Congresso Missionário Nacional marcado para os dias 7 a 10 de setembro de 2017 em Texto-baseRecife (PE). Padre Edvaldo convocou todos a se prepararem para este evento nacional estudando o Texto-base elaborado pelas POM e que foi distribuído para todos os presentes e suas respectivas dioceses. Na ocasião, foram entregues também a carta e a ficha de inscrição para os delegados de cada diocese no Regional.

A programação do Seminário incluiu duas conferências: “A alegria do Evangelho na perspectiva bíblica”, com dom Paulo Jackson, bispo de Garanhuns (PE); e “A Igreja em saída: perspectiva pastoral da missão”, com padre Anastácio Oliveira, da diocese de Iguatu (CE).

Foram realizadas também oficinas temáticas conduzidas pelo secretário Executivo do Conselho Missionário Nacional (Comina), padre Sidnei Marco Dornelas, o secretário nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé, padre Badacer Neto, a secretária nacional da IAM, Irmã Patrícia Souza. Além de representantes dos Conselhos Missionários de Seminaristas (Comise), Gilson Barbalho e Miquéias Pascoal, da Santas Missões Populares (SMP), padre Cornélio, da diocese de Mossoró (RN) e o missionário de Nossa Senhora da África, padre Moussa Serge Traore, de Salvador (BA).

No Painel de Experiências Missionárias, os jovens Artur Aquino e Lucas Ferro, apresentaram experiências dos 20 anos da IAM em Ipanguaçu, arquidiocese de Natal. O coordenador Estadual da Juventude Missionária (JM) em Alagoas partilhou sobre a Missão Estadual da JM. Teve ainda a apresentação de uma chamada para o 4º Congresso Missionário Nacional feita por integrantes da IAM do Vicariato Cabo (PE). Nos momentos de mística foram destacadas as memórias dos profetas do Nordeste, padre Ibiapina e dom Helder Câmara.

O bispo de Salgueiro (PE), dom Magnus Lopes, referencial para a ação missionária no Regional lembrou que, “no término do Seminário vem a alegria de levar a chama de todo o trabalho realizado, para reacender o ardor em nossas paróquias e comunidades”. O bispo convidou a rezar e ajudar na formação missionária de seminaristas. Agradeceu ao padre Edvaldo pela animaçãIMG_2432o da missão no Regional e convocou todos “a partirem em missão e não ficar chorando sentados na pedra do sepulcro”.

Para o representante das Famílias Missionárias no Rio Grande do Norte, Randenclécio Xavier “o II Seminário Missionário “veio fortalecer o ardor missionário, fundamentado no desejo da Igreja e no apelo do papa Francisco por ‘uma Igreja em Saída’”. Segundo ele, a Família Missionária, é uma resposta às necessidades atuais de anunciar a boa notícia para todos”.

O seminarista Gilson Klaus, da arquidiocese de Natal avalia que “os participantes do Seminário sentiram um forte desejo de dar continuidade a esse chamado de Deus. A missão da Igreja nasce da mesma missão de Jesus, que é enviado pelo Pai ao mundo para comunicar o amor de Deus por nós e instaurar o Reino pela pregação da Boa Nova”.

Segundo Lucas Ferro, coordenador Estadual da JM em Alagoas, “o Seminário ajudou a entender a missão como vida partilhada, um processo que leva as comunidades a não se reduzirem a eventos, mas sim a processos que motivam uma Igreja em estado permanente de missão”. O fortalecimento da JM no Regional foi demonstrado pela presença expressiva da juventude no Seminário.

Na opinião da Irmã Samanta, religiosa Franciscana Bernardina de Palmares (PE) o evento trouxe “inspiração para a Vida Religiosa Consagrada, como também para a Igreja local e nacional. Despertou o desejo de ir às periferias existenciais da sociedade e da vida eclesial. Volto para a minha diocese com muito mais ardor missionário”, complementou a religiosa.

A Celebração de Envio foi presidida pelo arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido que motivou os participantes a seguirem firmes na missão.

Com informações do Comire Nordeste 2.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Comentários

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados