O Papa recorda o cardeal Hummes: pediu-me que não me esquecesse dos pobres

No telegrama de pesar pela morte de dom Cláudio, Francisco recorda os “longos anos de seu dedicado e zeloso serviço, sempre pautado pelos valores evangélicos”, e seu compromisso “em anos recentes pela Igreja que caminha na Amazônia”.

O Papa Francisco enviou um telegrama de pesar ao arcebispo metropolitano de São Paulo, cardeal Odilo Pedro Scherer, pelo falecimento do cardeal Cláudio Hummes, na última segunda-feira (04/07).

Francisco recebeu “com profundo pesar a notícia do falecimento do eminentíssimo cardeal Cláudio Hummes”, antecessor de Dom Odilo “na condução pastoral da dileta Arquidiocese de São Paulo”.

“Quero assegurar-lhe dos sufrágios que elevo ao altíssimo pelo eterno descanso deste querido irmão. Minhas preces são também de gratidão a Deus pelos longos anos de seu dedicado e zeloso serviço, sempre pautado pelos valores evangélicos, à Santa Mãe Igreja nos diversos encargos pastorais que lhe foram confiados tanto no Brasil quanto na Cúria Romana, e por seu empenho em anos recentes pela Igreja que caminha na Amazônia”, ressalta o Papa no telegrama.

“Trago sempre vivas na memória as palavras que dom Cláudio me disse no dia 13 de março de 2013, pedindo-me que não me esquecesse dos pobres”, escreve Francisco, enviando a bênção apostólica ao arcebispo de São Paulo e a todos os que se unem em oração para as exéquias do cardeal Hummes, como penhor de consolação e de esperança na vida eterna.

Fonte: Vatican News

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados