Irmãs Salvatorianas de Santa Catarina participam de atividade dos Idosos e Enfermos Missionários

Participando com a missão da Igreja, a equipe da província das Irmãs Salvatorianas de Santa Catarina, com as lideranças das comunidades, estão trabalhando a proposta da atividade dos Idosos e Enfermos Missionários com as lideranças das casas de assistência e com as idosas e enfermas, com a missão de rezar e ser presença orante na alegria e na dor.

A atividade é oferecida pela Pontifícia Obra da Propagação da Fé e tem como uma das ações o terço missionário, sendo um compromisso das religiosas de estar também em missão com a congregação e com a Igreja no mundo inteiro.

Ir. Lucia Risson, de Lages (SC), destaca a motivação para as ações do terço missionário entre as religiosas. “No compromisso de dinamizar o horizonte inspirador de nossas comunidades de assistência, a equipe da província das Irmãs Salvatorianas/SC com as lideranças das comunidades, aprofundamos e buscamos ações para ajudar as irmãs idosas e doentes a viverem em comunhão com a Igreja e na atual realidade que vivemos. Pelas partilhas entre nós, que foram acontecendo ao longo da pandemia, percebemos que o estar próximas e sensíveis às dores e sofrimentos de nossas irmãs, familiares e colaboradores e solidárias com as pessoas que perderam os seus pela Covid-19, corações e mentes foram se abrindo para entender e acolher o mistério do ser humano. Para Francisco Jordan, seguir Jesus é não ficar parada, mas, ao contrário, “rezar, sofrer, suportar, resistir, trabalhar, correr, voar dar-se inteiramente por Cristo”. Num mundo repleto de novos desafios, ser discípula de Jesus significa viver da atitude de não sossegar um instante sequer, de se dar e receber, de dizer e escutar, de ensinar e aprender.”

O secretário nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé, Pe. Genilson Sousa, lembra que a atividade dos Idosos e Enfermos Missionários quer motivar ainda mais a Igreja à oração missionária. “Todos podemos cooperar com a missão de Deus. Uma das formas de cooperação missionária é a oração. Com atividade dos idosos missionários queremos motivar ainda mais na Igreja à oração missionária por toda a Igreja e por toda a humanidade. Bem sabemos que nas nossas comunidades como é belo o testemunho de fé, doação e mística orante dos nossos idosos leigos e leigas, religiosos e religiosas. Não é porque chega a velhice que termina a nossa a missão, mas é o tempo de serviço na melhor parte, na contemplação e na mística da oração. A paixão por Jesus e pelo seu povo está em nosso DNA, em toda a nossa vida. Que essa atividade missionária possa chegar em todos os ambientes, de modo especial, nas famílias, comunidades, abrigos, e nas nossas casa religiosas”, destacou Pe. Genilson.

Confira o terço missionário realizado pelas Irmãs Salvatorianas de Santa Catarina:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados