Em Alagoas, Juventude Missionária reflete sobre a alegria do Evangelho

Assessores e coordenadores da Juventude Missionária (JM) e assessores da Infância e Adolescência Missionária (IMA) do estado de Alagoas realizaram, nos dias 12 a 14 de maio, em Arapiraca (AL), mais um encontro estadual.

Os trabalhos foram assessorados pelo secretário nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé, padre Badacer Neto, que trabalhou o Texto-base do 4° Congresso Missionário Nacional com o tema “A alegria do Evangelho para uma Igreja em saída”. O assessor refletiu ainda sobre espiritualidade do Jovem Missionário a partir da identidade de cada Continente.

IMG-20170529-WA0067A reflexão do padre Badacer, se concentrou no tema “A alegria do Evangelho”, conforme o capítulo I do Texto-base. “A alegria dos discípulos e missionários tem a sua motivação mais profunda no encontro com Cristo ressuscitado”, destacou. “A alegria do discípulo é antídoto frente a um mundo atemorizado pelo futuro e oprimido pela violência e pelo ódio. A alegria do discípulo não é um sentimento de bem-estar egoísta, mas uma certeza que brota da fé, que serena o coração e capacita para anunciar a boa nova do amor de Deus”.

Em sua explanação, padre Badacer recordou também, que a missão é de Deus e nós somos seus colaboradores. E retomando o Documento de Aparecida, enfatizou: “Conhecer a Jesus é o melhor presente que qualquer pessoa pode receber; tê-lo encontrado foi o melhor que ocorreu em nossas vidas, e fazê-lo conhecido com nossa palavra e obras é nossa alegria” (DAp 29).

“Com esta formação podemos compreender melhor o tema, a dinâmica das equipes por Continente e a vivência do momento de espiritualidade”, afirmou a jovem Adrielly Maria, coordenadora paroquial da JM de Junqueiro (AL). “Com uma boa articulação da equipe FB_IMG_1496108097184diocesana, tenho certeza que será possível acompanhar melhor os trabalhos”, avaliou a jovem.

Segundo Wanneska Thaymmá, assessora da IAM na diocese de Palmeira dos Índios, o encontro trouxe grande aprendizado para todos os jovens. “O que mais me marcou, foi ver tantos jovens missionários expondo seus trabalhos e mostrando sua dedicação. Percebi que vale a pena seguir a Cristo e anunciar a Boa Nova”. O coordenador estadual da JM, Lucas Ferro, refletiu sobre a necessidade de buscar sempre a identidade e firmá-la em Cristo Jesus. “Para mim, esse foi um dos pontos altos do encontro”.

O encontro que reuniu cerca de 150 jovens, contribuiu também para um melhor acompanhamento do trabalho da Juventude Missionária no estado. A coordenação estadual, junto com as coordenações diocesanas puderam identificar os problemas e propor uma melhor articulação das atividades em todo o estado.

Com informações da JM, diocese de Penedo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados