Corrente Solidária arrecada mais de R$ 6 mil para projeto missionário na Angola

A Pontifícia Obra da Propagação da Fé, por meio de suas atividades Juventude Missionária (JM), Famílias Missionárias (FM) e Idosos e Enfermos Missionários (IEM), divulgou nesta semana o resultado das doações arrecadadas pela Corrente Solidária, somando um total de R$ 6.803,14, valor que será destinado para projeto com juventude na Angola.

A Corrente Solidária teve início através da articulação da Juventude Missionária do Brasil, que nos recorda a iniciativa da fundadora da Obra, Paulina Maria Jaricot. Mesmo não podendo ir à missão além-fronteiras, Paulina organizou um grupo de operárias francesas que colaboravam com uma doação mensal para as missões e a oração diária, sempre com o espírito da universalidade.

Projeto social “Abrindo Horizontes”, na província de Luanda em Angola, no Continente Africano

Jovens de Angola receberão os recursos
Neste ano o compromisso além-fronteiras por meio da cooperação missionária material e espiritual vai colaborar com o projeto social “Abrindo Horizontes”, organizado pela comunidade FMA em Cacuaco, cidade da província de Luanda em Angola, no Continente Africano.

O projeto oferece durante a semana, no período da tarde, atividades lúdico e educativas às crianças, adolescentes e jovens. Os participantes tem oportunidade de ter aulas de alfabetização, apoio escolar, dança, inglês, costura, temas formativos, ginástica e atividades manuais. O objetivo é oferecer um espaço positivo às crianças e jovens, que normalmente ficam na rua, sem ocupação. Atualmente beneficia diretamente cerca de 150 crianças e adolescentes entre os 8 e 18 anos de idade, que de segunda a sexta, têm aulas de alfabetização, formação cristã e humana.

A proximidade aos adolescentes despertou as lideranças do projeto para uma realidade que muitas meninas do bairro vivem: o aliciamento para a prostituição. Em resposta a esse problema social, o projeto desenvolveu um olhar ainda mais atento às meninas, buscando acompanhá-las de forma a “abrir horizontes” para oportunidades dignas de vida.

Como a Corrente Solidária acontece
Os participante dos grupos são os principais agentes do projeto. Cada um é convidado a buscar outras cinco pessoas (missionários solidários) para explicar o projeto e convidar a rezar pelas juventudes. Também incentiva o missionário solidário a passar a corrente para mais pessoas. O participante do grupo arrecada as doações e entrega ao coordenador do grupo, que repassa às POM via depósito bancário.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados