A Igreja é missão através da sinodalidade

O 4º Congresso Missionário de Seminaristas (4COMINSE) encerrou a rodada de conferências, nesta sexta-feira (15), discutindo o tema da missão e a sinodalidade. O tema foi exposto pelo bispo auxiliar da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, Dom Antônio Luiz Catelan Ferreira.

O bispo explicou que a sinodalidade e missão são temas inseparáveis. A sinodalidade representa o modo de funcionar da própria Igreja, um caminho que tem como objetivo facilitar a escuta dos seus sujeitos, condição fundamental para que a Igreja realize sua missão no mundo.

O Papa Francisco dá uma atenção especial a esta temática desde o início de seu pontificado, convidando a Igreja a uma atitude de escuta humilde para colocar-se sempre a serviço, constituindo uma comunidade de iguais, uma Igreja participativa e corresponsável.

Durante a exposição do painel temático, o reitor do Seminário Arquidiocesano da Paraíba, Pe. Luz Carlos Machado destacou algumas expressões de sinodalidade que podemos encontrar nas casas formativas. O Padre defendeu que os seminaristas não devem ser meros receptores de conteúdo, mas protagonistas da própria formação, sendo ouvidos, avaliando-se mutuamente e reconhecidos na especificidade de seu estado, que é o serviço ao povo de Deus. Tais atitudes devem ser valorizadas, para incentivar os seminaristas a gerar protagonismos nas comunidades onde exercerem o ministério presbiteral.

Experiências missionárias
Após a conferência, os seminaristas puderam partilhar experiências missionárias que viveram ao longo de sua formação no Seminário. Aleisson Rodrigues Amaral, seminarista da Diocese de Araçuaí/MG contou que a ação missionária realizada na cidade de Minas Novas representou uma grande oportunidade de crescimento pessoal. A convivência mais próxima com o povo de Deus e até mesmo com os próprios colegas seminaristas constituiu uma experiência de fraternidade enriquecedora.

Já o seminarista Carlos Daniel trouxe para o Congresso a experiência missionária da sua Diocese de origem, Santa Luzia de Mossoró/RN, que com o apoio e incentivo do bispo, D. Mariano Manzana, promove uma ação missionária todos os meses, escolhendo uma paróquia para receber a visita dos missionários, acompanhados pelo bispo. Anualmente, a diocese também promove a Ciranda Missionária, quando reúne os fiéis para um momento festivo e de formação, buscando, dessa forma, ser uma Igreja em estado permanente de missão.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados