Seminarista da Diocese de Osório (RS) foi enviado para experiência missionária

Seminarista da Diocese de Osório (RS) foi enviado para experiência missionária

O seminarista Edivan Machado de Oliveira, da Diocese de Osório (RS), foi enviado para experiência missionária à Prelazia de Itacoatiara, pertencente à Província Eclesiástica de Manaus, no estado do Amazonas. A experiência colabora com o projeto Igrejas Irmãs, uma iniciativa de cooperação bilateral entre dioceses no Brasil. De acordo com Dom Jaime Kohl, as “igrejas particulares ou dioceses” são todas irmãs, pois todas pertencem a única Igreja de Jesus. “Costumamos usar essa nomenclatura para falar da iniciativa que já deu seus frutos, arrefeceu um pouco e agora vem como apelo forte do Programa Missionário Nacional: “Cada diocese, uma Igreja Irmã”.

ed3Dom Jaime explica que há mais tempo a Diocese de Osório está se propondo concretizar uma ação de cooperação com uma diocese da Amazônia, uma que mais necessite de ajuda de missionários e missionárias para o trabalho de evangelização. Por isso a cooperação a qual o seminarista Edivan participará a partir do final julho se dará na Prelazia de Itacoatiara, distante cerca de 270 Km de Manaus, entre as mais necessitadas de ajuda e que tem como bispo prelado dom José Ionilton Lisboa de Oliveira.

Experiência missionária como parte da formação para o presbitério

O envio de um seminarista para uma experiência missionária além-fronteiras está em sintonia com o itinerário de formação presbiteral. De acordo com o reitor do Seminário Maior Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos, Pe. Rodrigo Schüler, é necessário e urgente a abertura para a universalidade da missão da Igreja desde a formação para os padres e agentes de pastoral, uma abertura que diz respeito a origem da Igreja Católica e que nos remete ao próprio amor incondicional e misericordioso de Deus em Jesus Cristo.

“O seminarista Edivan vai com um compromisso muito importante para a nossa Diocese, o de ajudar para que o projeto Igrejas Irmãs com a Prelazia de Itacoatiara se torne cada vez mais um compromisso missionário de todos nós”, explica Pe. Rodrigo.

O seminarista, que está na metade do terceiro ano de Teologia, com o 5° semestre concluído, terá os estudos pausados para vivenciar pelo período de 12 meses uma experiência agregadora na sua formação e um auxílio na concretização desse que será um dos primeiros passos para o projeto Igrejas Irmãs.

Segundo o seminarista, essa possibilidade surgiu ao processo formativo no Seminário Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos; quando após o término do segundo ano de Teologia, é indicado a vivência e experiência de um ano de pastoral, uma espécie de ‘estágio’, vivências mais próximas da realidade de uma paróquia.

“Crer na missão é crer que a pessoa não fica presa dentro da sua cultura, isto é, dentro de uma personalidade autônoma e fechada. Assim, confiando na força, ação e presença do Espírito Santo, coloco-me de coração aberto e disponível para fazer parte da caminhada da prelazia de Itacoatiara, esperançoso de conhecer, primeiramente, a realidade, servir, e me unir à pastoral da Igreja Local”, afirma o seminarista Edivan.

ed2Como se dará o Projeto?

De acordo com Dom Jaime, o primeiro passo está sendo dado com o envio do seminarista Edivan, aproveitando essa experiência como “estágio pastoral” previsto para a sua caminhada formativa. Ao invés de realizá-lo numa paróquia da Diocese de Osório, o fará em terras da Amazônia. Portanto, será enviado no dia 18 de julho, devendo permanecer até julho de 2020.

No retorno do seminarista e com o acompanhamento que será dado ao jovem, se verá quais os passos seguintes na cooperação eclesial entre Diocese de Osório e Prelazia de Itacoatiara.

“Colocamos essa iniciativa missionária sob o olhar e a proteção da Providência divina, certos que nos mostrará com seus sinais os passos seguintes. O seminarista Edivan é como a semente que está sendo plantada na esperança que vingue, floresça e dê muitos frutos”, anima dom Jaime.

Edivan, por sua vez, certo de que a missão, por sua natureza, é uma tarefa sempre compartilhada, e, ao mesmo tempo, é um exercício de comunhão intereclesial, afirma que se achegará à região amazônica na motivação de alargar os horizontes da caridade e de manifestar solicitude para com a realidade da Igreja que está na Prelazia de Itacoatiara.

Será possível outras pessoas participarem?

O projeto, em princípio, está totalmente aberto à participação de clérigos e leigos(as) que desejarem. Porém, não basta querer, mas precisa dos requisitos de um trabalho voluntário no campo da evangelização e promoção humana, reunir as condições humanas e espirituais, bem como sempre em sintonia com as necessidades da Igreja parceira.

“Essa iniciativa está situada no espírito que o papa Francisco nos propõem com a convocação do Mês Missionário Extraordinário, no qual nos desafia entre outras coisas à ‘ações concretas de colaboração e solidariedade entre as Igrejas’”, afirma dom Jaime.

Dom Jaime afirma ser importante que essa iniciativa, desde já, seja assumida por toda a nossa Diocese. O seminarista Edivan vai em nome da Diocese. Por isso pede que todos acompanhemos com muita e muita oração, cientes que a oração é alma da Missão, tanto para os que ficam, como para os que partem em missão.

Fonte: Diocese de Osório

comment Ainda não há comentários.

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário.

mode_editDeixe uma resposta

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu