Seminarista catarinense vence concurso com poesia sobre o Sínodo da Amazônia

Seminarista catarinense vence concurso com poesia sobre o Sínodo da Amazônia

“Amazônia: foco e preocupação da Igreja! Diante de sua drástica destruição. A qual é entregada de bandeja. Para pessoas egoístas de mau coração.” Esses são os versos iniciais da poesia do seminarista Joni Ronaldo Cavalheiro, da diocese de Caçador, que foi campeã de um concurso realizado pela Faculdade Católica de Santa Catarina, em outubro do ano passado, por ocasião da semana do livro realizada na instituição.

Cavalheiro escreveu o poema inspirado no Sínodo para a Amazônia, realizado em outubro de 2019, em Roma. De acordo com o seminarista, a proposta da Faculdade era aproveitar o grande momento que a Igreja estava vivendo e também das repercussões sobre o meio amabiente e a Amazônia. Ele, então, resolveu com a poesia dar visibilidade, no outro extremo do país, ao importante evento eclesial que contemplou a Amazônia. “Ainda que o tema do concurso tenha sido Ecologia, foi a única poesia que saiu com o tema do Sínodo”, destacou o poeta.

O jovem seminarista da diocese de Caçador/SC, que disse não ser tão bom para escrever poemas, afirmou que costuma ler, além dos livros de teologia que estuda, os clássicos da literatura brasileira, como Machado de Assis e Euclides da Cunha. Para o concurso, segundo Joni, o poema foi inspirado nos verbos que motivaram as ações do Sínodo: conhecer, reconhecer, conviver e defender. “Busquei inspiração no Documento de Trabalho e como estava acontecendo o Sínodo, era importante que tivessem representações artísticas com a temática”, observou Cavalheiro.

Cursando a pós-graduação em Missiologia em Brasília, no Centro Cultural Missionário, Joni Cavalheiro espera retornar como missionário na Amazônia. O jovem que já participou de uma missão no Marajó, por cerca de 30 dias convivendo com os ribeirinhos, em janeiro de 2019, agora quer ter um tempo maior de experiência no chão da Amazônia. “É uma realidade que me identifico. Sinto que merece nossa atenção e principalmente nossa dedicação como missionários”, finalizou o seminarista.

Confira a poesia vencedora na íntegra:

Novos caminhos!

Amazônia: foco e preocupação da Igreja!

Diante de sua drástica destruição

A qual é entregada de bandeja

Para pessoas egoístas de mau coração.

Não é algo simples mas envolve a nossa vida

O planeta e a sua natureza

Que está sendo aos poucos corrompida

Sem escrúpulos e na maior avareza.

Uma reposta é “caminharmos juntos”

Procurando soluções pastorais

Que fortaleçam os grandes conjuntos

E não somente os maiorais.

Com a finalidade da Amazônia ser conhecida

Com seus biomas, saberes e diversidades

O Sínodo não quer que ela seja desprovida

E sim fortalecida na sua singularidade.

O Sínodo quer as grandes lutas e resistências reconhecer

Num contexto de mais 500 anos de colonização

Com projetos de exploração em vista do desenvolver

Gerando mortes e exploração.

Para o seu bioma e o seu povo defender

Num contexto de injustiça e expulsão

Torturados e assassinados sem entender

Em vista do agronegócio e da exterminação.

E assim chegar a um belo conviver

Com costumes que milenarmente existem

Com o jeito simples do povo ser

E a maneira que subsistem.

Joni Ronaldo Cavalheiro

Fonte: Repam

comment Ainda não há comentários.

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário.

mode_editDeixe uma resposta

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu