Rio Grande do Sul: 25 anos de missão em Moçambique

Rio Grande do Sul: 25 anos de missão em Moçambique

cartaz-25-anos-PRONTO

No ano em que a Igreja se prepara para viver junto com o Papa Francisco o Mês Missionário Extraordinário, o Regional Sul 3 da CNBB celebra seus 25 anos de presença missionária em Moçambique, no Continente Africano. A celebração será marcada por diversas atividades, sendo sinal que anima a missão ad gentes em meio às comunidades do Rio Grande do Sul.

Reunidos na sede da CNBB em Porto Alegre (RS), nesta quinta, 21 de março, representantes das diversas dioceses do Estado realizaram o lançamento do cartaz que marca os 25 anos deste projeto. A intenção é visibilizar a presença em Moçambique assumida pelo Regional, podendo as dioceses, a partir do cartaz, rezar e colaborar com a missão. Também participaram do ato de lançamento representantes da Conferência dos Religiosos do Brasil.

Avaliar e motivar a caminhada

O projeto Igrejas Solidárias tem o objetivo de ajudar a Igreja de Moçambique com o envio de missionários e missionárias, leigos, leigas, religiosos(as) e padres. Lá, auxiliam em duas paróquias da Arquidiocese de Nampula, distritos de Micane e Larde, na organização paroquial, animação dos ministérios e serviços, promoção das vocações presbiterais e religiosas, formando animadores e animadoras.

Atualmente são quatro missionários presentes em Nampula: as leigas Victória Holzbach, de Passo Fundo, e Rita Bandeira, de Bagé. Os padres Roni Mayer, de Santa Maria, e Martins, do Estado da Bahia. Pe. Domingos Rodrigues, de Bagé, retornou ao Brasil neste mês de março após 3 anos em missão. Os missionários e missionárias são enviados pelo Regional Sul 3 da CNBB, cultivam o respeito pela cultura e história do povo moçambicano promovendo a cooperação fraterna e inculturada.

A reunião realizada nesta quinta foi espaço para firmar o projeto, dando oportunidade para avaliar, retomar e motivar a experiência missionária ad gentes. A presença e participação das dioceses tem colaborado na animação e formação dos Conselhos Missionários Diocesanos, havendo um grande interesse dos bispos em poder indicar lideranças leigas e religiosas para dinamizar esses espaços.

42174017_2220041038029780_5233451820935806976_n

Projeto Igrejas-Irmãs
Também há uma movimentação das dioceses em colaborar ainda mais com o projeto Igrejas-Irmãs. O objetivo do projeto é partilhar a fé, os dons da graça, as experiências pastorais, pessoas e recursos financeiros como gestos de caridade cristã para com as Igrejas da Amazônia e outras também necessitadas.

Visto como uma das maiores forças missionárias da Igreja no Brasil, o Projeto Igrejas-Irmãs, fundado em 1972, tem sido desenvolvido ininterruptamente até hoje. Somente a diocese de Caxias do Sul (RS), pioneira nesse projeto, enviou de 1972 a 1985, mais de 100 missionários para as regiões da Amazônia.

Seminaristas de todo o Brasil celebram a missão
Animando a experiência missionária dos Seminaristas do Brasil, e em conjunto com a celebração dos 25 anos de projeto missionário em Moçambique, o Rio Grande do Sul vai receber, nos dias 10 a 14 de julho, participantes do 3º Congresso Missionário Nacional de Seminaristas. O encontro será realizado na Diocese de Osório, na cidade de Santo Antônio da Patrulha, e é uma ação do Conselho Missionário de Seminaristas e das Pontifícias Obras Missionárias.

Nos mesmos dias e local, acontecerá a Formação Missionária Estadual, reunindo representantes dos conselhos missionários diocesanos, religiosos e religiosas pela Conferência dos Religiosos do Brasil no RS, e a juventude ligada ao Serviço de Evangelização da Juventude do Estado. Essa formação reforçará a missionariedade da Igreja e tem o objetivo de proporcionar um melhor aprofundamento sobre as práticas e ações missionárias que acontecem em todos os níveis na Igreja.

Moçambique estará presente
Para confirmar a intenção de que o projeto Igrejas Solidárias com Moçambique seja cada vez mais assumido, está confirmada a participação do bispo da Arquidiocese de Nampula, Dom Inácio Saure, IMC, durante as atividades que acontecem em Santo Antônio da Patrulha. Também estarão presentes os leigos Jorge e José, das paróquias de Micane e Larde.

Show de Evangelização
Os encontros missionários encerram no dia 13 de julho, com um grande Show de Evangelização aberto a todo o público, contando com apresentações artísticas e musicais do Grupo “Ir ao Povo”, de São Paulo, trazendo canções que marcam a missionariedade de toda a Igreja. Na abertura do show, será realizado o lançamento do documentário que está sendo produzido para celebrar os 25 anos de projeto.

Deixe uma resposta comment1 Comentário
  1. março 29, 22:53 ANALICE LUCIA BALESTRIN

    Que lindo ver a Igreja lideranças do Rio Grande do Sul, envolvido na dimensão missionária em outro continente.
    Que o Senhor da Messe acompanhe todos (as) missionários(as).
    Orações.
    Ir. Analice Lúcia Balestrin, pddm

    reply Reply this comment
mode_editDeixe uma resposta

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu