Respondendo ao chamado da floresta

Respondendo ao chamado da floresta

São empresários ricos, interessados em enriquecer ainda mais, os que mais agridem e exploram a Amazônia.

Está sendo mais um privilégio participar do 8º Fórum Social Panamazônico, na cidade de Tarapoto, Peru. Os mais de mil e quinhentos participantes estão aqui por terem respondido positivamente ao chamado da floresta.

Pode parecer estranho, mas o primeiro sujeito organizador deste Fórum é a floresta. Os seres humanos vivem nesta região porque o bioma Amazônia foi criado pela Mãe Terra, e ele só é vivo e fonte de vida com a sua floresta. É por isso que, na Amazônia, que está sendo destruída, a floresta nos convocou para juntar-nos em defesa de sua vida.

Ouça o programa de rádio sobre o chamado da floresta

A mineração na Amazônia e o falso brilho da festaSão empresários ricos, interessados em enriquecer ainda mais, os que mais agridem e exploram a Amazônia. O que desejam são os minérios, as águas, a energia, o petróleo e o gás, a soja, o álcool, a carne bovina, as pedras preciosas, e para apropriar-se desses bens comuns e transformá-los em propriedade privada e fontes de grandes lucros, exigem recursos públicos para a construção de grandes obras, e evidentemente, destroem a floresta sem dó nem piedade, ocupam áreas de territórios indígenas, expulsam posseiros, poluem rios, solos e subsolos, colocando em risco a vida da Amazônia que a Mãe Terra criou.

Há muito tempo os povos indígenas estão denunciando o que cientistas confirmaram: sem a floresta, a Amazônia morre, e sem a Amazônia, todo o planeta Terra, e especialmente a América do Sul, enfrentarão grandes dificuldades para manterem-se vivos e fontes de vida. Sabemos que o ciclo das águas que mantém férteis as terras e com vida todos os seres vivos dessa região depende da umidade formada na floresta amazônica, umidade que se espalha através dos ventos que deslocam os rios voadores, rios que mantém, em forma gasosa, mais água do que todo o grande Rio Amazonas.

Então, que vivam, sejam fortes e vitoriosos os povos da Amazônia. E que as decisões e campanhas assumidas pelos participantes do 8º Fórum Social Panamazônico sejam apoiadas e assumidas por muitos outros movimentos, redes, igrejas, entidades da sociedade civil para que, juntos, sejamos capazes de salvar a vida da Amazônia.

E você, amigo e amiga, procure conhecer melhor o bioma Amazônia, e como ele é necessário para que possamos continuar vivos, faça tudo que puder para apoiar as lutas dos povos dos nove países que tem a responsabilidade de cuidar dele.

* Ivo Poletto, Fórum Mudanças Climáticas e Justiça Social (FMCJS): www.fmclimaticas.org.br

comment Ainda não há comentários.

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário.

mode_editDeixe uma resposta

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu