Projeto Férias Missionárias: Missão Kairós

Projeto Férias Missionárias: Missão Kairós

Por Guilherme Bada Duzioni

O projeto férias missionárias do Comise do Regional Sul IV aconteceu dos dias 13 a 31 de Janeiro deste ano. Foi uma experiência de encontrar Deus e deixar encontrar-se por Ele. A paróquia Santo Antônio, da Cidade de Chaves, acolheu 22 missionários que foram distribuídos em várias comunidades ribeirinhas, realizando diversas atividades de evangelização, a saber: formação sobre o terço, leitura orante, celebração da palavra com comunhão diária, adoração e visita a cada família das comunidades.

ka1Para as comunidades que receberam a missão Kairós, foi um tempo de graça. A acolhida de cada família, a sede de Deus nos momentos de oração que contemplávamos entre eles era encantador. O testemunho de alegria em meio a tamanha pobreza, só pode ser possível por terem feita a opção fundamental por Cristo Jesus. O padre Glawciney partilhava no dia de encerramento da missão que foi uma graça muito grande. Pois, aquilo que a missão realiza é a grande necessidade que a paróquia precisa, mas não sendo possível pois ele sozinho tem que cuidar de 90 comunidades. Constatamos no testemunho do padre e no que disse o Papa Francisco “A missão é uma paixão por Jesus, e simultaneamente, uma paixão pelo seu povo.” É por amor ao Cristo, e somente a Ele que somos capazes de ofertar nossas vidas pela causa do Reino.

k5Para nós missionários a experiência nos enriquece portentosamente. Pois nos leva a uma experiência de saída, de ir aonde a Igreja e a humanidade precisam. É uma grande realização para nosso coração se entregar a vontade de Deus, porque ela é nossa eterna felicidade.

Apresentamos a seguir três missionários da nossa diocese que fizeram uma partilha do que foi para eles a missão:

Luiz Francisco Fraga (SC)
Desafios? Sim, eles estavam presentes durante esta experiência de missão, eles costumam marcar presença, porém, eles nos ajudaram em nosso desejo de descer ao encontro de cada pessoa que encontramos, a fim de fazer da cultura local não somente um meio ou uma parte importante da missão, mas considerá-la em sua identidade, pela qual podemos escutar Verbo pelo qual tudo foi criado. Deus nos surpreende a cada momento. A missão Kairós foi mais uma iniciativa divina que me surpreendeu, pelo fato de proporcionar um encontro com Ele e com uma parte de seu povo, que com a sua e com seu estilo de vida demonstraram serem fruto do amor generoso de Deus.

Adeilson (PR)
Ao sentir o convite de Deus para a missão, deixei me conduzir por Ele. Abandonei meu comodismo para viver a aventura do Amor de Deus por meio das pessoas, anunciando um reino de alegria e paz. Todo este caminho percorrido com os desafios e alegrias, não por força minha, mas pela fé e a graça do Pai. Estar na ilha de Marajó, na cidade de Chaves e de modo particular na ilha da Mexiana, me fez refletir sobre a simplicidade de Deus. Dias se passaram e a experiência de fé, acolhida e partilha com um povo tão simples e tão amado foi crescendo. Fiz o caminho de carregar a minha cruz, que os medos e desafios até mesmo a dor, me fizeram provar como é a vida do marajoara e contar com a proteção e misericórdia de Deus. Uma experiência que marcou minha vida. A missão nos transforma e nos converte.

ka3

* Coordenador do Comise do Regional Sul IV

comment Ainda não há comentários.

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário.

mode_editDeixe uma resposta

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu