Programa Missionário Nacional terá temas prioritários

Programa Missionário Nacional terá temas prioritários

A partir de um longo processo de reflexão iniciado em agosto de 2017 e que passou por diversas instâncias de discussão, chega em sua fase final a elaboração do texto do Programa Missionário Nacional. Na última semana, após o encerramento da Assembleia do Conselho Missionário Nacional, a equipe executiva do COMINA trabalhou na sistematização e organização do texto.

IMG_4409Como resultado da escuta dos 18 regionais da CNBB, através das assembleias dos Conselhos Missionários Regionais, foram definidas na última Assembleia COMINA as quatro grandes prioridades para o próximo quadriênio para a missão no Brasil. Os temas “formação missionária”, “animação missionária”, “missão ad gentes” e “compromisso profético social” serão apresentados como prioridades no Programa Missionário Nacional. Para cada uma dessas prioridades foram definidos projetos de atuação, como também ações concretas em todos os âmbitos: diocesano, regional e nacional.

Pe. Maurício Jardim, diretor nacional das POM, destaca os próximos passos a serem dados com o Programa Missionário Nacional. “O resultado desse trabalho de escuta e definição de prioridades, de projetos e ações irão para a Assembleia Geral da CNBB em um documento de estudo, dando oportunidade aos bispos de conhecerem esse programa e ajudando na complementação”, destacou Pe. Maurício.

IMG_4531Dom Esmeraldo de Farias, presidente da Comissão Missionária da CNBB, lembra sobre a importância deste documento na Igreja do Brasil. “A apresentação deste texto na Assembleia Geral dos Bispos, em maio, tem um significado importante, pois se torna algo que é da Igreja do Brasil. Esta é uma proposta que veio das bases, das dioceses, dos regionais, da assembleia do COMINA, e que agora a Assembleia Nacional dos Bispos do Brasil vai trazer as suas considerações em vista do aperfeiçoamento. Existe uma relação muito grande entre o Programa Missionário Nacional e as Diretrizes para a Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, que serão aprovadas nos primeiros dias da assembleia”, ressaltou Dom Esmeraldo.

 

 

comment Ainda não há comentários.

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário.

mode_editDeixe uma resposta

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu