Paróquia São João Bosco em Cajazeiras (PB) vive o Mês Missionário Extraordinário

Paróquia São João Bosco em Cajazeiras (PB) vive o Mês Missionário Extraordinário

Atendendo aos anseios da Igreja em vista de uma paróquia cada vez mais missionária, a Paróquia São João Bosco em Cajazeiras (PB) vem vivenciando com eficácia o Mês Missionário Extraordinário.

FB_IMG_1570556224313No último dia 29 de setembro, a Paróquia reuniu as lideranças dos grupos, pastorais, movimentos e comunidades para aprofundar a temática do MME, preparando assim para a vivência do mês de outubro na Paróquia. Com assessoria do Pe. Miquéias Pascoal, da Diocese de Mossoró (RN), o Retiro Missionário Paroquial buscou sensibilizar à todos acerca da causa missionária, “a primeira de todas as causas (RMi, 86)”. No término do retiro, todos participaram do rito do envio missionário onde receberam a cruz e foram enviados para as experiências missionárias.

Durante os meses de outubro e novembro, os missionários estarão peregrinando nas comunidades pertencentes à Paróquia. Aos sábados, os mesmos são enviados para alguma comunidade urbana para vivenciarem uma instigante programação que conta com Ofício Divino das Comunidades, Café Comunitário, Visitas porta a porta, Celebrações da Palavra e da Santa Missa, Encontros com crianças, jovens e famílias. Aos domingos a programação se repete, só que nas comunidades rurais da Paróquia.

FB_IMG_1570556334015

Edjane, catequista da Paróquia e que esteve participando da experiência no último domingo, dia 06/10, destaca em seu testemunho o protagonismo das crianças: “meu coração se encheu de alegria no momento final das visitas. No momento das orações, nas primeiras casas, eu pedia para que todos nós pudéssemos fazer um círculo e pegar nas mãos e quando foram nas outras casas eram eles que pediam para rezar e já iam logo pegando nas mãos e rezando.

FB_IMG_1570555998073Vejo que o MME tem sido desde sua preparação em nossa Paróquia, um tempo de graça. Somos fortemente interpelados para a Missão, pois, é urgente a necessidade de uma Igreja em saída. As primeiras visitas missionárias já nos revela esta urgência de tantas pessoas que se encontram distantes geograficamente, porém, dentro do próprio território paroquial que não havíamos tido o contato ainda. Sem falar nos muitos que se encontram em situações de vulnerabilidade e que carecem de uma presença amiga, de uma escuta, de um direcionamento. Destaca a irmã Maria Fernandes, MSF, religiosa que desenvolve o trabalho pastoral na Paróquia São João Bosco.

comment Ainda não há comentários.

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário.

mode_editDeixe uma resposta

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu