Papa reconhece milagre atribuído à Pauline Jaricot

Papa reconhece milagre atribuído à Pauline Jaricot

No dia 26 de maio de 2020, o Papa Francisco recebeu em audiência o prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, cardeal Angelo Becciu, ocasião em que autorizou a mesma Congregação a promulgar os Decretos relativos ao reconhecimento de milagres, martírios e virtudes heroicas.

Nesta quarta, 27 de maio, Dom Giampietro Dal Toso, presidente das Pontifícias Obras Missionárias, enviou comunicado anunciando o reconhecimento de milagre atribuído à intercessão da Venerável Serva de Deus Pauline Maria Jaricot, fundadora das Obras da Propagação da Fé. “Com muita alegria temos conhecido a grande notícia de que foi reconhecido o milagre atribuído à Venerável Pauline Jaricot. Mesmo que ainda não temos uma data para uma possível Beatificação, todos nós, como Pontifícias Obras Missionárias, estamos muito contentes, porque deste modo se reconhece também o carisma de oração e de caridade que tem orientado toda a nossa atividade. Certamente, podemo-nos encomendar à sua intercessão”, destacou o presidente.

Pauline Jaricot nasceu em 22 de julho de 1799 em Lyon (França) e morreu em 9 de janeiro de 1862.

Outros milagres reconhecidos pelo Papa

O Papa Francisco, no ato realizado nesta terça, promulgou os decretos relativos a:

– ao milagre atribuído à intercessão do Beato Cesare de Bus, sacerdote, fundador da Congregação dos Padres da Doutrina Cristã (Doutrinários); nascido em 3 de fevereiro de 1544 em Cavaillon (França), faleceu em Avignon (França) em 15 de abril de 1607;

– ao milagre atribuído à intercessão do Beato Charles de Foucauld; sacerdote diocesano, nascido em Estrasburgo (França) em 15 de setembro de 1858 e falecido em Tamanrasset (Argélia) em 1º de dezembro de 1916;

– ao milagre atribuído à intercessão da Beata Maria Domenica Mantovani, co-fundadora e primeira Superiora Geral do Instituto das Pequenas Irmãs da Sagrada Família; nascida em 12 de novembro de 1862 em Castelletto di Brenzone (Itália), faleceu em 2 de fevereiro de 1934;

– ao milagre atribuído à intercessão do Venerável Servo de Deus Michele McGivney, sacerdote diocesano, fundador da Ordem dos Cavaleiros de Colombo, v.d. The Knights of Columbus; nasceu em 12 de agosto de 1852 em Waterbury (Estados Unidos da América) e faleceu em Thomaston (Estados Unidos da América) em 14 de agosto de 1890;

– ao martírio dos Servos de Deus Simeone Cardon e 5 Companheiros, professos religiosos da Congregação Cisterciense de Casamari; mortos em Casamari, por ódio à fé, entre 13 e 16 de maio de 1799;

– ao martírio do Servo de Deus Cosme Spessotto (também conhecido como: Sante), professo sacerdote da Ordem dos Frades Menores; nascido em Mansué (Itália) e morto em San Juan Nonualco (El Salvador), por ódio à fé, em 14 de junho de 1980;

– às virtudes heroicas do Servo de Deus Melchiorre Maria de Marion Brésillac, bispo titular de Prusa, ex-vigário apostólico de Coimbaore, fundador da Sociedade de Missões Africanas; nasceu em 2 de dezembro de 1813 em Castelnaudary (França) e morreu em Freetown (Serra Leoa) em 25 de junho de 1859.

 

 

 

comment Ainda não há comentários.

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário.

mode_editDeixe uma resposta

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu