Missionários da Consolata realizam Assembleia Continental

de Jaime C. Patias

Uma missa cheia de símbolos que recordam a missão, inaugurou a Assembleia Continental Pré-capitular do Instituto Missões Consolata (IMC), na cidade de Bogotá, Colômbia. Realizada na paróquia Maria Mãe das Missões, neste domingo, 8 de janeiro, a celebração foi presidida por dom Joaquin Pinzon, IMC, bispo do Vicariato Apostólico de Porto Leguízamo-Solano na Amazônia colombiana.

img_1194“A Epifania é a manifestação de Deus em seu Filho Jesus a todos os povos, a todas as nações, a todas as pessoas. Esta festa completa a celebração do Natal. Deus não poderia se manifestar apenas a um povo, mas a todos sem distinção”, explicou dom Joaquin. Ao se dirigir aos missionários da Consolata, o bispo colombiano afirmou: “a exemplo dos reis Magos, vocês vieram de diversos países e caminhos com o desejo de juntos buscar respostas aos desafios da missão neste Continente. Desejamos que todos saibam onde encontrar o Senhor. E que todas as reflexões sobre a universalidade da missão sejam feitas na escuta da voz de Deus que vem das periferias. Que se deixem conduzir pela estrela do carisma que inspirou o Fundador e que não tenham medo de voltar por outros caminhos, mais coerentes com a defesa da vida”, completou dom Joaquin.

Participam do encontro, 23 missionários representantes das Regiões IMC da Argentina, Brasil, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, México, Canadá e Estados Unidos. Estão presentes também, os membros da Direção Geral vindos de Roma, o Superior Geral, padre Stefano Camerlengo e três de seus Conselheiros.

Os trabalhos da Assembleia serão orientados por um documento de estudo preparado com a contribuição das províncias sobre a missão do Instituto nos diversos contextos do continente americano: povos indígenas, afro-americanos, periferias urbanas e Amazônia. Serão debatidos também, temas como a pastoral, Animação Missionária Juvenil e Vocacional, formação, obras de promoção humana e comunicação.

img_1141Enquanto o Instituto da Consolata vive um processo de conversão, revitalização e reestruturação, o Papa Francisco fala de “uma inadiável renovação eclesial”, de “uma Igreja em saída”. Segundo o documento de estudo da Assembleia, revitalizar a congregação significa, recuperar em todos os missionários a fidelidade ao carisma, que é a missão ad gentes, aos povos.

O encontro que se estenderá até sábado, dia 14, é mais uma etapa no processo de preparação ao XIII Capítulo Geral da Congregação a ser realizado em Roma, entre os dias 22 de maio e 20 de junho do corrente ano.

Nesse sentido, os missionários da Europa, África e Ásia já realizaram suas assembleias. Agora chegou a vez da América. Padre Salvador Medina, Conselheiro Geral e coordenador da Assembleia explica o principal objetivo do evento. “Definir um Projeto para os missionários da Consolata na América. Nos próximos meses, a Direção Geral em Roma, analisará os quatro documentos continentais e elaborará um texto único contemplando a diversidade. Este será o documento de trabalho do Capítulo Geral”.

Fundado em 1901 pelo Bem-aventurado José Allamano, padre da arquidiocese de Turim, norte da Itália, o Instituto Missões Consolata conta hoje com cerca de mil membros entre padres e irmãos atuando em 24 países da Europa, Ásia, África e América. Os missionários IMC chegaram no Brasil em 1937, na Argentina e Colômbia em 1947, depois se espalharam pelo continente.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Comentários

Uma resposta

  1. Da casa regional de nossa Região Brasil estamos acompanhando o belo trabalho para o Pré-Capitulo XIII, através das noticias de Pe. Jaime Patias e das fotos das reuniões, tudo está no afixador da Comunidade[.
    Gracias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados