JM celebra caminhada na diocese de Bom Jesus da Lapa

JM celebra caminhada na diocese de Bom Jesus da Lapa

O encontro ainda celebrou o encerramento da Corrente Solidária 2018 e no dia de domingo foi retomado o plano de articulação do triênio da Juventude Missionária do Brasil, destacando o projeto Juventudes Ad gentes e a Experiência Missionária Nacional.

Com o tema “Nossa identidade é missionária” e o lema “a fé nos enriquece, servindo a gente cresce”, aconteceu na diocese de Bom Jesus da Lapa nos dias 08 a 10 de junho de 2018 o Segundo Encontro Diocesano da Juventude Missionária.

35061161_1700420126741960_6088356445500211200_nO encontro realizado no CTL da paróquia São José, na cidade de Carinhanha- Bahia, contou com a presença de jovens da paróquia São José Operário em Serra do Ramalho, São José em Carinhanha e Nossa Senhora das Graças em Bom Jesus da Lapa, além da presença do Padre Luiz, e mais quatro jovens da cidade de Malhada- diocese de Caetité, que vivenciaram este momento no intuito de conhecer e formar grupos de juventude missionária em sua diocese.

Na Sexta-feira dia 08, após uma calorosa e animada recepção dos jovens do grupo de JM de Carinhanha, e uma saudação de boas vindas do administrador paroquial, Padre Antônio Júnior, as atividades foram iniciadas com uma explanação da mensagem do Papa Francisco aos jovens em virtude da JMJ-2018, este momento foi conduzido por Padre José Valdo, CM, assessor espiritual diocesano da Juventude Missionária na diocese. Após a leitura da carta, os jovens realizaram trabalhos em grupos, onde fizeram a reflexão da mensagem do Papa Francisco que em seu texto afirma que a JMJ é para os corajosos e não para os jovens que procuram comodidade. O padre José Valdo, CM, em sua apresentação, incentivou os jovens a enfrentarem seus medos para conseguir nadar contra a corrente do consumismo, do imediatismo e das relações superficiais.

35118919_1700416706742302_4990314757396365312_nA irmã Josiane, Religiosa Missionária de Nossa Senhora das Dores, de Vitória da Conquista, esteve presente no encontro diocesano e realizou uma mística de abertura que retoma ao rito do lava pés. “o objetivo é nos levar a olhar com respeito à paroquia que nos acolhe, perceber o caminho que percorrermos desde o último encontro e refletir a ”terra sagrada” que enquanto Juventude Missionará precisamos nos aproximar”, disse a religiosa.
No sábado, o encontro foi conduzido pelo coordenador estadual da JM-Bahia, Daniel Bittencourt, que trouxe para formação pontos da identidade missionária de Jesus Cristo e elementos da espiritualidade missionária, destacando as palavras discipulado, envio/despojamento, proximidade e universalidade. Na oportunidade ainda foi direcionada uma reflexão das quatro áreas integradas, ver, iluminar, agir, celebrar nas dimensões pessoais e comunitárias, na vida dos grupos.

Em continuidade ao processo de formação missionária, durante a tarde, os jovens experenciaram a leitura orante “Os discípulos de Emaús” (Lc, 24,13-35), este momento foi vivenciado de forma dinâmica, integral e bastante participativa, envolvendo todos os que estavam presentes.

35282215_1704086383042001_2831456614362382336_nEm seguida, o bispo diocesano Dom João Cardoso, participou de uma roda de Conversa com os jovens. O bispo explanou sobre a exortação apostólica do Papa Francisco, Gaudete et Exsultate. Logo no início de sua fala, este lembrou a todos que a igreja só existe por causa da missão e que hoje, mais do que nunca, permanece a necessidade de sermos igreja em saída. No decorrer dos cinco capítulos da exortação apostólica que foram apresentados, Dom João grifou a importância de valorização dos “santos ao pé da porta” expressão trazida pelo papa Francisco em sua exortação, que nos convida a enxergar nos exemplos do dia-a-dia a santidade existente no povo mais humilde da igreja, e reforçou:” todos são chamados a serem santos em seu contexto”.

A programação do encontro incluiu danças circulares, em diversificados momentos e para diversas finalidades, entre elas a de aprofundamento da identidade missionária, a da reflexão da nossa caminhada e sobre liderança. Ainda no sábado, houve o momento de espiritualidade em que se rezou o terço missionário, esta oração foi realizada em movimento, caminhando no espaço do encontro entre um mistério e outro e rezando pelas realidades de cada continente. O dia foi encerrado com uma noite cultural em clima de São João, houve muita diversão, com quadrilha e comidas típicas.

No domingo aconteceu a missa de envio celebrada pelo padre José Valdo, CM e o padre Antônio Junior, a celebração foi encerrada com uma benção a todos os jovens que participaram do encontro e a todas as pessoas que contribuíram para a realização deste lindo momento.

35058319_1700415983409041_627197939705446400_n

Após a celebração, realizou-se uma visita ao cais da Praça Carinhanha, que é localizada à margem do rio São Francisco. Contemplando o rio, foi feita uma mística rezando a oração de São Francisco. Posteriormente os jovens realizaram uma caminhada de volta ao local do encontro.

O encontro ainda celebrou o encerramento da Corrente Solidária 2018 e no dia de domingo foi retomado o plano de articulação do triênio da Juventude Missionária do Brasil, destacando o projeto Juventudes Ad gentes e a Experiência Missionária Nacional. A mística de encerramento foi marcada pela memória dos momentos vivenciados durante o encontro, e o envio foi feito pelos próprios jovens, uns com os outros.

35054363_1700414746742498_2324245960529543168_n (1)Na oportunidade do encontro, foi realizada uma eleição da nova equipe de coordenação diocesana, estava presente, o assessor espiritual da JM, padre José Valdo, o coordenador estadual da JM, Daniel Bitencourt, a então coordenadora diocesana da JM Meik Silva e os coordenadores dos grupos de base da JM da diocese. A coordenação foi eleita, sendo representada por uma equipe que irá trabalhar em conjunto sendo estes; Uarlei, representante de Carinhanha; Juliele de Bom Jesus da Lapa e Gisele Souza de Serra do Ramalho.

O coordenador estadual apontou que haverá compromissos a nível diocesano, estadual e nacional para serem cumpridos e que cada grupo de base agora deve aplicar o conhecimento adquirido, fortalecer o carisma e se prepararem para estes novos desafios e desejou um bom trabalho à nova equipe.

comment Ainda não há comentários.

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário.

mode_editDeixe uma resposta

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu