“Igreja, tu és missão” é tema de Café Teológico

“Igreja, tu és missão” é tema de Café Teológico

No dia 30 de outubro aconteceu na sede da CNBB do Regional Oeste I o Café Teológico com o tema: “Igreja, tu és missão”. O evento foi promovido pelo ITEO (Instituto Teológico São João Paulo II) e COMISE (Conselho Missionário de Seminaristas), com o intuito de aprofundar sobre a realidade missionária da Igreja.

Café Teológico - Missão - 2Dom Dimas Lara Barbosa, arcebispo metropolitano, deu boas vindas aos participantes, concluindo com os seguintes dizeres: “Que seja mais um animar e confirmar cada um de nós na própria missão”. Padre Adriano Stevaneli, reitor do instituto, salientou: “este é o último café teológico do ano. Estamos fechando com chave de ouro! Pensar a missão é exatamente pensar uma Igreja que não fica cultuando a si mesma, mas que significa colocar a sandália e ir. Somos batizados e enviados para testemunhar o Evangelho”.

O evento foi ministrado pelo padre Antônio Niemiec, Secretário Nacional da Pontifícia União Missionária e responsável pelos COMISE’s, que iniciou esclarecendo: “Não se trata de apresentar teorias, mas viver aquilo que é essencial na vida da Igreja, trata-se de construir a nossa própria identidade de cristãos”. Salientou ainda sobre a passagem de Mt 28,19-20, “Ide, pois, e fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os…”, explicando a importância dos dois imperativos de Jesus, ‘ir’ e ‘fazer’, que devem estar presentes na vida de todo cristão. E continuou, fazendo uma trajetória missionária desde o Concilio Vaticano II até os dias atuais.

IMG_3297Faz-se necessário entender que a missão de cada cristão tem sentido a partir da missão de Jesus e da missão da Igreja. Jesus foi enviado pelo Pai e por isso foi o missionário do Pai. Ser apóstolo significa ser enviado, logo, ser missionário. A vida de cada cristão deve ser uma missão, que deve ser entendida a partir do encontro com o outro. É necessário amar o irmão e doar-se por ele, deixando de lado o próprio egoísmo e narcisismo. Somos convidados a concluir, com o Papa Francisco, afirmando: “Eu sou uma missão!” (Evangelii gaudium, 273).

 

comment Ainda não há comentários.

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário.

mode_editDeixe uma resposta

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu