Greve de fome contra a reforma da Previdência

Greve de fome contra a reforma da Previdência

É criminoso que a Previdência seja reformada por governantes, deputados e senadores que não precisam de aposentadoria para viver no luxo todos os dias de sua vida

por Ivo Poletto *

Decidimos passar fome uns dias para evitar que milhões de pessoas passem fome todo o tempo. Esta é a motivação que levou o Frei Sérgio Gorgen e as camponesas Josi Costa e Leila Meurer entrarem em greve de fome que já dura seis dias. A eles se somarão outras pessoas na próxima semana. Todos querem evitar que muitas pessoas passem fome por causa da aprovação da proposta de reforma da Previdência.

Participei de uma celebração ecumênica em apoio aos grevistas e à sua causa no último dia 9, e foi lá que ouvimos, emocionados, a sua palavra atestando a esperança de que se evite a aprovação da proposta criminosa de mudança nas regras da Previdência. Ela será uma tragédia na vida dos mais empobrecidos, especialmente os que vivem no campo e todos que não tiverem condição de contribuir para a Previdência durante os anos exigidos para ter direito a uma aposentadoria de miséria.

Não é justo impor mais esse peso na vida dos mais pobres, principalmente quando se sabe que o verdadeiro motivo é diminuir o gasto orçamentário como a Previdência para garantir a farra dos juros e negociatas da dívida pública. Não é justo nem aceitável que isso seja imposto aos pobres quando se sabe que os banqueiros e todos os muito ricos quase não pagam impostos porque seus amigos deputados, senadores e presidentes da república concederam a eles muitos privilégios.

images_cms-image-000572084

É criminoso que a Previdência seja reformada por governantes, deputados e senadores que não precisam de aposentadoria para viver no luxo todos os dias de sua vida. Não precisam, mas mantém altas aposentadorias para eles próprios, enquanto decidem exigir que a maioria das pessoas sobrevivam sem ter acesso à aposentadoria ou recebendo menos de um salário mínimo.

É criminoso assentar essa reforma sobre a mentira. Se não desviassem 20 a 30 por cento dos recursos a ela destinados, ela seria superavitária. Ela está com dívidas porque é vítima de um roubo dos pobres para engordar ainda mais as contas dos que já são muito ricos.

Por isso tudo, seria muito bom que vocês, amigas e amigos, fizessem duas práticas nesta semana: ligar ou mandar email ao deputado e senador que ajudaram a eleger, deixando claro que, se ele aprovar a reforma da Previdência, não será reeleito, e informando que farão um dia de jejum para ajudar a expulsar o demônio da injustiça que tomou conta do Congresso Nacional.

* Ivo Poletto, Fórum Mudanças Climáticas e Justiça Social (FMCJS): www.fmclimaticas.org.br

Deixe uma resposta comment1 Comentário
  1. dezembro 13, 00:37 Sebastião Gomes da Rocha

    Não deixemos que essa Reforma da Previdência seja aprovada por esses GOLPISTAS que só pensam neles..!

    reply Reply this comment
mode_editDeixe uma resposta

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu