Formação Missionária da JM na Diocese de Barreiras

Formação Missionária da JM na Diocese de Barreiras

O encontro aconteceu nos dias 21 e 22 de abril, e contou com a participação de cerca de 120 jovens.

Com o objetivo de fomentar e manter o espirito missionário e profético nos jovens, ajudando-os a viver a missão em âmbito local e universal e afim de contribuir para o processo integral de amadurecimento da fé dos jovens que resulte no verdadeiro engajamento missionário, foi realizado o I Encontro Diocesano da Juventude Missionária da Diocese de Barreiras, na Paróquia São Gonçalo em Mansidão (BA).

barreiras2O encontro aconteceu nos dias 21 e 22 de abril, e contou com a participação de cerca de 120 jovens. As atividades foram abertas pela manhã, com uma reflexão lembrando a temática da Campanha da Fraternidade 2018, conduzido pelo coordenador estadual da JM na Bahia que assessorou o encontro, Daniel Bittencourt.

O dia de sábado foi aproveitado para aprofundar na temática “Juventude e missão hoje”, destacando sobre os fundamentos trinitários da missão e a identidade e perfil do jovem missionário, e meditando a leitura de Jesus no caminho de Emaús (lc 24,13-35).

O assessor da formação destacou que a a Juventude Missionária é marcada sobretudo por atitude samaritana dos jovens que a compõe, em todos os ambientes, em especial, entre os que mais sofrem e são excluídos. “Dessa maneira, somos convidados a fundamentar nossa identidade no amor de Deus que rompe as barreiras do preconceito e da indiferença. Assumindo o discipulado missionário, devemos cultivar uma espiritualidade pautada no encontro, sensível aos impulsos do espirito que conduz ao movimento de saída das estruturas de acomodação e morte para ser sinais de vida e esperança”,  ressaltou o assessor.

barreiras3Na noite, houve um momento de confraternização marcada pela interação com o grupo de capoeira que, além de realizar a apresentação, partilhou sobre a história da arte e das experiências de resistência do grupo na cidade, bem como proporcionou participação dos jovens na roda de capoeira e no samba de roda. Para completar, teve citação de poemas autorais, forró e quadrilha junina.

O segundo dia iniciou com a missa. Em seguida foi retomada a formação, que destacou o compromisso de cooperação missionária da JM em 2018 junto à igreja presente no Haiti, através do projeto Corrente Solidária, aliado ao projeto Juventudes Ad Gentes. Os jovens presentes assumiram o compromisso de também fazer parte da corrente impulsionando na diocese a iniciativa.

Para o coordenador diocesano, Emerson Dias, a grande motivação foi a preocupação com a realidade juvenil na sociedade e também os apelos do papa Francisco. “Nós jovens de hoje precisamos viver uma revolução, mas essa revolução brota nos nossos corações, que só se torna possível se enxergarmos no outro, Jesus. Isso nos levará a um testemunho de vida diferente ao que o sistema impõe; com individualidade, injustiça, degradação social e ambiental”, destacou Emerson.

barreiras4A jovem Jayanne, da cidade de Mansidão (BA), partilhou que foi muito gratificante e inspirador ver todos aqueles jovens em busca do mesmo objetivo de conhecer e aumentar a fé. “Esses momentos de encontro com as juventudes nos renova as esperanças de um mundo melhor, com mais compromisso cristão e com mais amor”, relatou a jovem.

Atualmente a diocese de Barreiras conta com 12 grupos de JM em seu território, sendo nove na cidade de Mansidão, três em Cristópolis e um em Baianópolis. “O caminho da JM é o Caminho de Emaús, que sempre nos leva ao encontro com Cristo Ressuscitado, nos impulsiona a exercer o nosso profetismo e protagonismo, anunciando a Boa Nova e difundindo a Cultura do Encontro, que parte dentre outras coisas de um estado permanente de missão da Igreja” concluiu o coordenador diocesano.

comment Ainda não há comentários.

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário.

mode_editDeixe uma resposta

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu