Missionários de Moma celebram a Páscoa

Missionários de Moma celebram a Páscoa

A alegria da missão e a experiência profunda da fé das comunidades e do povo em Moçambique foi vivida com muita intensidade pela equipe missionária na última semana.

Em quase 25 anos de projeto missionário em Moçambique, um dos momentos mais marcantes do ano para a equipe missionária e para todo o povo cristão é a vivência da Páscoa. Este ano, as paróquias de Larde e Micane viveram um verdadeiro espírito de reflexão e conversão durante a quaresma, para celebrar a morte e ressurreição de Jesus na Páscoa.

Atualmente, a equipe missionária é composta de dois padres e duas leigas, que atendem, além dos projetos sociais em Moma, as paróquias São Miguel Arcanjo de Micane e São Paulo Apóstolo, de Larde. Juntas, as duas paróquias somam cerca de 150 comunidades, algumas mais próximas e outras a mais de 100km da casa dos missionários.

20180331_171550

Um dos grandes destaques das celebrações da Semana Santa é a Vigília Pascal. Durante a tarde de sábado, as comunidades se organizam para o acendimento do Fogo Novo. O rito reúne a comunidade que aguarda ansiosa o nascimento do fogo. Com experiência e persistência, os responsáveis pelo acendimento podem passar minutos ou até mesmo horas até aparecerem as primeiras faíscas surgidas do atrito entre as madeiras. Depois deste ritual, cada família da comunidade leva para sua casa uma lenha acesa no fogo recém nascido e, com ele, cozinha o seu jantar. Após a janta, todos se reencontram na comunidade para a celebração da vigília pascal.

O animador paroquial de Micane, Ernesto Francisco Saide, explica: “o fogo representa um novo sinal, um novo acontecimento. Por isso louvamos e agradecemos a Deus, em memória da vida e dos ensinamentos de Jesus, com um fogo muito forte que representa o que é a ressurreição de Jesus para nós, cristãos”.

IMG_8512Outro grande destaque nas celebrações em Moçambique é a animação dos batuques e a alegria das mulheres, que garantem uma grande comemoração. “Nós celebramos a ressurreição de Cristo com batuques, palmas e danças. É uma festa muita ativa, concentrada e grande, onde todos se envolvem”, comenta Ernesto.

A missionária leiga Rita de Cássia Patron Bandera chegou há três meses em Moma e integra a equipe missionária. Portanto, esta é a primeira Páscoa que Rita celebra com o povo moçambicano. Para ela, ter a oportunidade de celebrar o período quaresmal e pascal na missão fortalece cada dia mais a sua experiência com Jesus Cristo. Rita destaca de maneira especial a vivência do tríduo pascal das comunidades do interior da paróquia de Larde, “pois a simplicidade e a alegria das pessoas é sinal visível do projeto de Deus para conosco”.

“A cada celebração pude sentir, juntamente com os irmãos e irmãs, a unidade e a luta de cada um e cada uma na missão de servir e amar. Destaco a emoção e a gratidão de sentar na esteira com as “mamas” e com elas perceber a presença materna de Maria que se dispôs a dizer sim a vida e a Deus. Mulheres como Maria que cotidianamente se dispõem a dar valor a seus filhos e suas famílias e que, cheias de sonhos, deixam chegar a todos a docilidade de seus sorrisos, o equilíbrio e a força e assim gerar o Cristo a cada dia, ou seja vivem o evangelho”, destaca a missionária.

IMG_8383Rita relata ainda as diversas expressões de alegria que experimentou ao celebrar a Páscoa nas comunidades da paróquia São Paulo Apóstolo: “o tempo pascal é de festa nas comunidades. Tocam-se os batuques, dançam-se os salmos, comem-se os frutos das machambas, intensificam-se as orações e as vivências na comunidade. Não há espaço para lamentações e angústias, pois a fé é maior e preenche as dificuldades. Assim, partilhamos juntos o desejo profundo de fazer ecoar a todos os cantos que Jesus está vivo, Ele ressuscitou e está conosco todos os dias”.

Na missão em Moma e pela organização da Arquidiocese de Nampula, a Páscoa marca também o início do tempo de sacramentos nas paróquias. Dessa maneira, os meses de abril e maio serão de programação intensa para visitar e celebrar os sacramentos em todas as zonas das paróquias, abrangendo os catecúmenos de todas as comunidades.

Por Victória Holzbach, Missionária Leiga em Moma, Moçambique

comment Ainda não há comentários.

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário.

mode_editDeixe uma resposta

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu