Dom Girardi: missão é recomeçar a partir de Cristo

Dom Girardi: missão é recomeçar a partir de Cristo

“Mediocridade cristã e compromisso missionário não são compatíveis”, expressa o bispo emérito de Tiralán-Liberia, na Costa Rica, dom Vittorino Girardi.

Fixar o olhar em Jesus Cristo. Este foi o convite feito pelo bispo emérito de Tiralán-Liberia, na Costa Rica, dom Vittorino Girardi, ao falar sobre “A missão ad gentes em e a partir da América”, última conferência do V Congresso Americano Missionário, no final da manhã desta sexta-feira, 13. Segundo dom Girardi, ao falar em missão é preciso recomeçar de Cristo.

DSC_0975O bispo recordou que Jesus “não é especialista de uma vida de penitência”, nem um “contemplativo puro como os essênios”, que vive fora do mundo e dedicando a maior parte de seu tempo à oração. Ainda de acordo com o conferencista, Jesus não foi “um taumaturgo que se dedicava a fazer milagres e curas”.

“Jesus Cristo tudo vive e tudo assume em função do que Ele é e se autopercebe como enviado, isto é, missionário. Sua breve vida terrena é um prolongado e heroico ato de fidelidade a todas as consequências do envio”, explicou. “Jesus é literalmente devorado pela missão. Este é o zelo pela casa do Senhor que Ele vai consumindo e consumando”, acrescentou.

Dom Girardi destacou que a missão não é apenas o meio que a Igreja tem de levar o evangelho a quem não conhece Jesus Cristo, mas também o modo próprio e concreto de a Igreja se colocar à disposição de Jesus e do Espírito Santo. “A missão não começa com a Igreja, mas esta é que se põe à disposição da missão, constituída, ela mesma, em missão. A Igreja é missão!”, sublinhou.

DSC_0818Lembrando a exortação apostólica Evangelii Gaudium, do papa Francisco, dom Girardi exortou os missionários a não deixar que lhes roubem a força missionária. E apontou o caminho para isso. “Para amadurecer a vocação missionária ad gentes é preciso entrar na lógica cristã do mais, do melhor e do máximo. Mediocridade cristã e compromisso missionário não são compatíveis”, disse.

O CAM 5, que se realiza em Santa Cruz de la Sierra (Bolívia), foi aberto na última terça-feira, 10, com a missa na praça da Catedral de San Lorenzo presidida pelo enviado especial do papa Francisco, cardeal Fernando Filoni. Reunindo mais de 2.500 missionários de 24 países do continente americano, o Congresso termina neste sábado, 14, com missa às 16h (17h hora de Brasília).

DSC_0821A delegação brasileira, composta de 175 pessoas vindas dos 18 regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), teve uma participação destacada na oração da manhã de quinta-feira, 12. Na manhã desta sexta-feira, os brasileiros apresentaram o testemunho missionário do padre italiano, padre Ezequiel Ramim, missionário comboniano que chegou ao Brasil em 1983. Por causa de sua luta em defesa dos direitos dos pobres, foi assassinado, aos 32 anos, no dia 24 de julho de 1985, em Cacoal, diocese de Ji-Paraná, em Rondônia, onde trabalhava desde que chegou ao Brasil.

comment Ainda não há comentários.

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário.

mode_editDeixe uma resposta

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu