Diretores das POM no Continente americano se reúnem em Santo Domingo

Diretores das POM no Continente americano se reúnem em Santo Domingo

Uma comunidade cristã que não sinta a necessidade e a alegria de comunicar sua fé a outras pessoas tem falta de algo fundamental

A cidade de Santo Domingo, capital da República Dominicana, foi sede do XIII Encontro continental dos diretores nacionais das Pontifícias Obras Missionárias (POM) da América. O objetivo da reunião realizada, nos dias 6 a 11 de março, foi fortalecer e consolidar o trabalho missionário no e desde o Continente. Participaram quase todos os diretores nacionais da América e o secretário Geral da Pontifícia Obra de São Pedro Apóstolo (POSPA), padre Fernando Domingues, missionário comboniano português, que apresentou a ndiretores POm continente (5)ova Ratio fundamentalis institutionis sacerdotalis, documento publicado pela Congregação para o Clero sobre a formação presbiteral.

Padre Domingues destacou as principais características do documento: a formação presbiteral deve ter um único caminho com diferentes fases, inicial e permanente; a formação é integral e processual. O padre explicou que o documento traz duas novidades: a dimensão comunitária e a dimensão missionária da formação. “A comunitária sublinha o fato de que os presbíteros não são pessoas que vivem isoladas ou sozinhas, mas são animadores de comunidades. Por isso, já na formação inicial é importante prepará-los para este serviço. O ambiente nos seminários tem que ser comunitário onde os seminaristas experimentem uma verdadeira comunidade cristã. Somente assim serão capazes de guiar e animar a vida de outras comunidades”, frisou o secretário Geral da POSPA.

Sobre a dimensão missionária, ele lembrou que, a partir do Concílio Vaticano II, ficou mais evidente a natureza missionária da Igreja. “Uma comunidade cristã que não sinta a necessidade e a alegria de comunicar sua fé a outras pessoas tem falta de algo fundamental”, afirmou o padre. “Assim como todas as comunidades são missionárias, comdiretores POm continente (7) maior razão, os pastores destas comunidades têm que ter um coração fortemente missionário. Por isso que este documento da Santa Sé insiste que, em todos os seminários diocesanos é preciso criar um ambiente missionário”.

O documento fala, por exemplo, “que uma das maneiras de cultivar esse espírito missionário nos seminaristas é o de lhes proporcionar, durante a formação no seminário, experiências de evangelização. Diz também que todos os seminaristas, antes da ordenação, tenham a oportunidade de fazer uma experiência de missão no contexto das novas Igrejas onde existem pessoas que não professam sua fé em Cristo”. Pede também, “que nos seminários de Teologia haja um curso de missiologia”.

Entre as quatro Obras Pontifícias, a POSPA tem o dever de cuidar da formação nos seminários maiores, menores e noviciados em jovens Igrejas, o que no passado eram os “territórios de missão”. No Brasil, a formação missionária de seminaristas e presbíteros é realizada pela União Missionária.

diretores POm continente (6)O diretor nacional das POM no Brasil, padre Maurício da Silva Jardim participou pela primeira vez dessa reunião continental. Ele apresentou o folder elaborado pela Pontifícia União Missionária com as iniciativas de formação missionária para seminaristas e presbíteros.

“É uma experiência de comunhão eclesial na qual sentimos a força de caminharmos juntos para discernir a prioridade da missão na perspectiva ad gentes. O Brasil tem muito a dar e receber dos países da América. Também é um encontro marcado pela partilha de experiências, celebrações e ajuda mútua na vocação de animar as Igrejas locais para a missão universal”, destacou padre Maurício ao avaliar a reunião.

V Congresso Missionário Americano
Outro tema tratado foi a preparação do V Congresso Missionário Americano (CAM 5) a ser realizado na Bolívia em 2018, com o lema: “América em missão, o Evangelho é alegria”. O assunto foi exposto por dom Eugenio Scarpellini, diretor nacional das POM na Bolívia e secretário Geral da Conferência Episcopal boliviana que aproveitou para fazer o convite oficial aos diretores das POM e aos presidentes das Conferências Episcopais do Continente para participarem do CAM 5. Dom Eugenia que é coordenador geral do evento divulgou também, as vagas destinadas para cada país, falou sobre a metodologia e apresentou os assessores.

diretores POm continente (1)Segundo o bispo, as quatro temáticas fundamentais do CAM 5 serão: Alegria, Evangelho, Missão e Profetismo, Comunhão e Reconciliação. Estes temas deverão ser abordados na perspectiva da missão ad gentes. “A preparação teológica já está concluída e agora entramos na parte organizativa. Estamos pensando numa metodologia para que o Congresso seja bem participativo. Chamo a atenção para o Texto-base do CAM 5 já enviado a todos os países e que vocês no Brasil reformularam segundo as vossas exigências. É importante agora aprofundar o estudo desse documento para que o Congresso não seja apenas um evento, mas parte de um processo onde o Continente americano descubra e viva a sua dimensão profética projetando-se ao mundo todo”, afirmou dom Eugenio.

As famílias missionárias, os jovens e a missão, a catequese e a missão, o compromisso dos leigos e leigas na missão, os presbíteros como agentes da missão e os povos indígenas como protagonistas da missão, deverão ser, segundo dom Eugenio, alguns dos temas dos diversos fóruns previstos na programação do CAM 5.

diretores POm continente (2)“A Cruz da Missão recordando a primeira evangelização, que está percorrendo os países, nos ajude a olhar com otimismo e confiança em Deus. O seu Espírito guiará este encontro e nos enviará para onde o Senhor nos chama a ser suas testemunhas, profetas e missionários”, complementou o bispo de El Alto na Bolívia.

Na oportunidade, o diretor das POM no Brasil, padre Maurício, entregou a dom Eugenio Scarpellini, o Texto-base do 4º Congresso Missionário Nacional (4º CMN), que foi elaborado inspirado no instrumento de trabalho do Congresso Missionário continental da Bolívia.

Em Santo Domingo, os diretores das POM discutiram ainda, a proposta de criar na Colômbia, um Centro de Formação com licenciatura em missiologia. O curso, com a duração de três anos, seria respaldado pela universidade Urbaniana de Roma.

O diretor nacional das POM do Uruguai, padre Leonardo Rodrigues, foi eleito o novo coordenador continental dos diretores das POM, para os próximos três anos.

O próximo encontro será em Assunção, no Paraguai, nos dias 26 de fevereiro a 02 de março de 2018.

comment Ainda não há comentários.

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário.

mode_editDeixe uma resposta

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu