COMISE

Cartaz---Comise

Para colaborar com a tarefa de formação e animação missionária nos seminários e casas de formação religiosa, a Pontifícia União Missionária serve-se do Conselho Missionário de Seminaristas (COMISE). Este conselho surgiu há mais de 30 anos no seminário Interdiocesano Sagrado Coração de Jesus de Teresina (PI). Nos últimos anos, o COMISE se expandiu pelas dioceses e regionais do Brasil graças à realização de formações, congressos e experiências missionárias de seminaristas.

Objetivo

Proporcionar aos futuros presbíteros e candidatos à Vida Religiosa Consagrada uma sólida espiritualidade e formação missionária capaz de enfrentar os desafios da missão: na pastoral, nova evangelização e na missão ad gentes e além-fronteiras.

Fundamentos

A existência do COMISE se fundamenta em documentos da Igreja:

1. Ela é missionária por sua própria natureza e seus ministros devem ser formados “com espírito verdadeiramente católico”, para que “se habituem a transcender a própria diocese, nação ou rito, e ajudar as necessidades de toda a Igreja, dispostos a pregar o Evangelho em toda a parte. (Concílio Vaticano II, Optatam Totius, 20)
2. “O dom espiritual, recebido pelos presbíteros na Ordenação, não os prepara para uma missão limitada e determinada, mas sim para uma missão imensa e universal de salvação ‘até os confins da terra’ (At 1,8). Com efeito, todo ministério sacerdotal participa da amplitude universal da missão confiada por Cristo aos Apóstolos”. (Presbyterorum Ordinis, 10)
3. A educação dos futuros sacerdotes no espírito missionário deve ser tal que o sacerdote se sinta e atue, ali onde se encontra, como um pároco do mundo, ao serviço de toda a Igreja missionária. Ele é o animador nato e o primeiro responsável pelo despertar da consciência missionária dos fiéis. (João Paulo II, Mensagem para o Dia Mundial das Missões de 1990)
4. A Conferência de Aparecida (2007) fez um apelo à conversão pastoral e renovação missionária da Igreja. E o Papa Francisco propõe colocar todas as atividades de evangelização em chave missionária para formar uma Igreja em saída (cf. EG 20). Os seminaristas, presbíteros, diáconos, bispos e religiosos são lideranças fundamentais nessa tarefa.
5. Os bispos do Brasil destacam a formação pastoral-missionária como “princípio unificador de todo o processo formativo” (cf. Doc.93 CNBB, n.300). É preciso garantir uma formação missionária aos candidatos ao ministério ordenado, de modo que “não exista um só clérigo que não arda este sagrado fogo de caridade pelo apostolado missionário”. (Pio XI, Rerum Ecclesiae, 9) (cf. Doc. 108 CNBB, n. 34)

Organização

1. Os membros do COMISE são os seminaristas que desejam coordenar a animação missionária do Seminário, com o conhecimento do reitor.
2. A coordenação do COMISE é composta pelo coordenador, vice-coordenador, secretário, tesoureiro e assessor de comunicação. Recomenda-se a participação de seminaristas oriundos das várias etapas acadêmicas (filosofia e teologia).
3. O COMISE pode ser organizado no âmbito do Seminário, Diocese, Província Eclesiástica ou Regional (unindo várias casas).
4. O coordenador do COMISE faz parte da Equipe Executiva do COMIDI (na diocese) e do Comire (em âmbito Regional).

5. Para acompanhar o COMISE é conveniente dispor de um assessor ou diretor espiritual escolhido em consenso com a equipe de formação. O Secretário Nacional da Pontifícia União Missionária oferece assessoria e acompanha a organização e as atividades dos COMISEs. É importante que o trabalho seja feito em comunhão e colaboração com as equipes de formação, os Conselhos Missionários, as POM e os bispos referenciais para a missão. Recomenda-se que as atividades sejam realizadas em comunhão com a Organização dos Seminários e Institutos do Brasil (OSIB) e, em âmbito nacional e regional, as seguintes Comissões Episcopais da CNBB: Ação Missionária; Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada.

Atividades

1. Organizar encontros periódicos com os membros do COMISE para refletir e estudar temas de espiritualidade e formação missionária.
2. Promover, para todos os seminaristas atividades missionárias: formação missionária (FORMISE), simpósios, congressos e retiros sobre a temática missionária.
3. Participar de cursos, formações (FORMISEs), eventos e congressos missionários diocesanos, regionais e nacionais, bem como continentais (CAM).
4. Divulgar, junto aos seminaristas, publicações sobre a missão, tais como documentos, livros, informativos, revistas, portais, redes sociais, notícias e postagens sobre situações missionárias.
5. Organizar experiências missionárias para seminaristas dentro e fora da diocese.
6. Insistir junto à faculdade para que a missiologia tenha um lugar de destaque nos programas de estudo.

7. Estabelecer contato com os missionários e missionárias além-fronteiras; convidá-los a partilhar suas experiências.
8. Cooperar com os organismos e instituições missionárias na diocese e no regional (COMIRE, COMIDI, COMIPA, Grupos de Animação, Cimi, as POM e centros de formação).
9. Favorecer a criação dos COMIPAs nas paróquias onde os seminaristas fazem pastoral.
10. Apoiar os grupos de Infância e Adolescência Missionária (IAM), Juventude Missionária (JM), Famílias Missionárias (FM), Idosos e Enfermos Missionários (IEM).
11. Realizar, no seminário e casas de formação, a Campanha Missionária do mês de outubro, com a novena e a coleta do Dia Mundial das Missões.
12. Organizar o “Cofrinho Missionário” para a oferta pessoal e comunitária.

Comissão Nacional de COMISEs

Para criar unidade e ajudar na coordenação dos trabalhos em âmbito nacional, o 2º Congresso Missionário Nacional de Seminaristas criou, em julho de 2015, a Comissão Nacional de COMISEs, também conhecida como COMISE Nacional.

1. OBJETIVO GERAL:
Comprometidos com a missão de Jesus Cristo, criar, animar e articular o trabalho dos COMISEs no Brasil, em sintonia com os organismos que atuam na formação e a Pontifícia União Missionária.

2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
• Motivar a criação de COMISEs nas Dioceses, nos Regionais e comunidades religiosas;
• Criar a comunhão entre os COMISEs espalhados pelo Brasil e os organismos de formação;
• Auxiliar as iniciativas de formação missionária nas Dioceses e Regionais que envolvem seminaristas;
• Incentivar experiências missionárias dentro e fora das Dioceses e Regionais;
• Organizar e coordenar Assembleias e FORMISEs Nacionais, bem como Congressos Missionários Nacionais de Seminaristas;

• Divulgar informações sobre as atividades dos COMISEs junto aos meios de comunicação.

3. ORGANIZAÇÃO:
• A Comissão Nacional dos COMISEs é constituída pelo coordenador, vice-coordenador, secretário, dois assessores de comunicação e o secretário da Pontifícia União Missionária;
• Compõem a Comissão cinco membros, um de cada macrorregião do país;
• Cada macrorregião elege seu próprio representante. Os eleitores são todos os coordenadores regionais de COMISEs. Pode ser votado, como membro da Comissão, o coordenador regional de COMISE, de preferência entre o 2° ano de Filosofia até o 2° ano de Teologia, para um mandato de três anos na Comissão;
• O coordenador da Comissão é escolhido por seus membros para um mandato de três anos.

4. CONTATOS:
COMISE: comisenacional@outlook.com
Facebook: @comisenacional
União Missionária: uniao@pom.org.br

Disponibilizamos para acesso os materiais de divulgação do COMISE:

Baixe aqui o folder do COMISE

Baixe aqui o cartaz do COMISE

menu
menu