Celebrar a alegria dos missionários que chegam

Jesus é modelo de missionário. Ele nos chama e nos envia, assim como fez com seus primeiros discípulos. Neste 3º dia da Novena, vamos celebrar a alegria dos missionários que chegam. Lembramos que a presença dos missionários estrangeiros no Brasil é sinal de cooperação e fraternidade universal. Isso confirma que a missão não tem fronteiras, inclui todas as nações, línguas, raças, cores. O amor de Deus não tem nacionalidade, nem limites.

Olhando para a vida
Hoje somos enriquecidos pelo testemunho de dois missionários estrangeiros: a irmã Gabriella Bottani e padre Moussa Serge Traore.
Irmã Gabriella Bottani é missionária Comboiana italiana. Chegou no Brasil em 2004 e em 2012 se estabeleceu em Porto Velho (RO). Através de seu modo de ser, falar e agir revelava um amor muito grande pela vida. Aos poucos foi conhecendo, amando e se inserido na ação pastoral da arquidiocese de Porto Velho. É uma mulher comprometida com a verdade e a defesa da vida.

Em sua missão, a religiosa conheceu a triste realidade do Tráfico de Pessoas: crianças, jovens e adultos.

Irmã Gabriella, veio como missionária não pela metade, mas por inteira. Vive a sua missão com alma, amor e entusiasmo. Revitalizou a Rede um Grito pela Vida, um espaço de articulação e ação contra o tráfico de pessoas.

Descobriu em seu caminhar, que o Evangelho transforma e contagia, não só a si mesma, mas também os que estão ao seu redor. Irmã Gabriella, criou uma rede de solidariedade, com todas as pessoas, imagem e semelhança de Jesus Cristo, que são feridas em sua dignidade. O trabalho desta religiosa salvou muitas vidas.

Somos agradecidos a Deus, por sua presença em Porto Velho. As sementes que plantou deram frutos, visto que, a Rede um Grito pela Vida, que faz parte da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), ainda hoje continua atuante e defendendo vidas ameaçadas.

Assista ao DVD da Campanha Missionária, 3º Dia.
Testemunho do padre Gabriel Than Win Aema, missionário do PIME natural do Myanmar

No livrinho da Novena temos também o testemunho do padre Moussa Serge Traore é natural de Burkina Faso, um país do oeste da África. Ele é membro da Sociedade dos Missionários da África, um Instituto de padres e irmãos, dedicado à missão ad gentes (aos povos) com uma atenção especial às pessoas de outras religiões e os mais necessitados. Atualmente padre Serge é Superior provincial no Brasil e reside em Salvador na Bahia.

“Anunciamos o Evangelho com respeito e diálogo, não impomos, propomos”, conta padre Serge. “Vivi em vários países (Burkina Fasso, Ruanda, Quênia, Egito, Mauritânia e Índia) até chegar ao Brasil, em setembro de 2012. Participei do Curso de Iniciação à missão no Centro Cultural Missionário (CCM), em Brasília (DF). Quando comecei o meu trabalho nas comunidades, me senti como se estivesse com minha família”.

Baixe aqui todos os materiais da Campanha Missionária 2017

Padre Serge ama de verdade o povo brasileiro, isso é missão. “A minha fé se fortaleceu, por meio de situações desafiadoras como: perda de meus pais quando ainda era adolescente, vivendo como imigrante num país estrangeiro, trabalhando pela paz, ensinando a amar o inimigo, testemunhando o perdão em lugares marcados por guerras geradas pelo ódio”.

“No Brasil me sinto em casa. Nas visitas às famílias sempre recordo da alegria experimentada por Maria e Isabel, ao se encontrarem. Assim eu me sinto. A presença do missionário estrangeiro no Brasil é um grito para lembrar que muitos povos no mundo não conhecem Jesus”.

Padre Serge nos apresenta um desafio. “Nós estamos no meio de vocês para alargar a vossa tenda, o horizonte espiritual e suscitar uma forte consciência missionária além-fronteiras. Nós deixamos terra, família, cultura para viver no meio de vocês, para que vocês também possam ir a outros países”.

As nossas dioceses e comunidades têm muitas necessidades, mas lembramos a regra de ouro de Jesus Cristo: “Tudo quanto desejais que os outros vos façam, fazei-o, vós também, a eles. Esta é a lei e os profetas” (Mt 7, 12). Portanto, sejamos alegres discípulos missionários em saída.

Compromisso
Vendo a alegria dos missionários e missionárias que chegam ao Brasil e os testemunhos, o que podemos assumir como gesto concreto?

Oração do Mês Missionários
Deus de misericórdia,
que enviaste o Teu Filho Jesus Cristo
e nos sustentas com a força do Espírito Santo,
ensina-nos a caminhar juntos
e, a exemplo de Maria, nossa Mãe Aparecida,
na celebração dos 300 anos do encontro da imagem,
sejamos, em toda a parte,
testemunhas proféticas da alegria do Evangelho
para uma Igreja em saída. Amém.

Extrato do livrinho da Novena Missionária 2017

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados