CELAM reforça Missão Continental Permanente no Cone Sul

CELAM reforça Missão Continental Permanente no Cone Sul

Encontro em Buenos Aires define linhas comuns para a animação, formação e cooperação missionária

O esforço do Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM) de promover uma “Igreja continental em saída missionária com a alegria do Evangelho”, resultou em uma reunião regional do Cone Sul (Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai) com os responsáveis nacionais da Missão Continental Permanente. O diretor das Pontifícias Obras Missionárias (POM) do Brasil, padre Maurício da Silva Jardim participou do encontro realizado em Buenos Aires (Argentina) nos dias 19 a 23 de junho.

O evento foi organizado pela Secretaria-Geral e os departamentos de Vocações e Ministérios, e Missão e Espiritualidade do CELAM com a finalidade de “estimular e acompanhar o caminho missionário da Igreja em e na América Latina e Caribe, sempre comprometidos com a Missão Continental Permanente no horizonte do pontificado do papa Francisco, para iniciar uma nova fase, na qual os jovens sejam os principais protagonistas”.

A Missão Continental desde Aparecida até hoje
19512438_807243572775862_41975154_nPara atingir este objetivo, os participantes da reunião seguiram o método ver-te julgar-agir, a partir dos itinerários da Missão Continental desde Aparecida até os dias atuais, como evidenciado tanto nos relatórios como nas experiências partilhadas.

A Igreja no Brasil, por exemplo, partilhou duas de suas experiências missionárias mais emblemáticos: o projeto Igrejas-irmãs, que existe desde 1972 e os projetos ad gentes dos regionais Sul 3 (Rio Grande do Sul) e Sul 2 (Paraná) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em solidariedade com a Igreja de Moçambique e Guiné-Bissau na África.

O espírito de partilha fraterna que prevaleceu na reunião, especialmente durante as celebrações eucarísticas, momentos de oração e reflexões sobre a missão paradigmático e programática da Igreja, os rostos que desafiam a Missão Continental na região, e a formação missionária nos seminários e universidades, casas de formação religiosos e centros de formação pastoral para leigos.

Linhas de ação missionária
As partilhas e reflexões proporcionaram importantes contribuições para a definição de linhas de ação missionária para a região do Cone Sul e para cada país, bem como a preparação para o V Congresso Missionário Americano (CAM 5), previsto para julho de 2018 em Santa Cruz de la Sierra (Bolívia).

Padre Maurício da Silva Jardim, diretor das POM do Brasil, acredita que “esta reunião promovida pelo CELAM favorece a comunhão, a proximidade e uma ação conjunta das POM com as Conferências Episcopais no âmbito da missão, paradigma de toda a atividade habitual das igrejas particulares”.

“Como resultado deste exercício de sinodalidade, nasceram linhas comuns de animação, formação e cooperação missionária”, complementa padre Maurício.

Estiveram na reunião seis bispos: Juan Espinoza Jiménez, secretário-geral do CELAM; Mario Antonio Cargnello, arcebispo de Salta (Argentina) e diretor do Departamento de Missão e Espiritualidade do CELAM; Julio César Bonino, bispo de Tacuarembo (Uruguai); Gabriel Escobar, bispo de Chaco (Paraguai); Bernardo Johannes Bahlmann, bispo de Óbidos (Brasil) e Jorge Patricio Vega, da Prelazia de Illapel (Chile).

Participaram também, dez padres diretores das POM no Cone Sul e assessores das Comissões Episcopais, incluindo os secretários executivos dos Departamentos de Vocações e Ministérios, e Missão e Espiritualidade do CELAM.

Reunião dos diretores das POM do Cone Sul
19511948_807244716109081_1369863795_nApós o encontro promovido pelo CELAM, os diretores das POM do Cone Sul (Argentina, Uruguai, Chile, Paraguai e Brasil), aproveitaram para realizar o seu tradicional encontro. Essa reunião acontece todos os anos, desde 2008, com o objetivo de refletir, dialogar e encontrar pistas comuns para o trabalho de animação e cooperação missionária nos países do bloco.

Desta vez, participaram também os secretários da Infância e Adolescência Missionária (IAM) no Cone Sul. A secretária nacional da IAM no Brasil, irmã Patrícia Souza, partilhou sobre o trabalho que vem realizando no país que caba de celebrar a 5ª Jornada Nacional da IAM.

A programação abriu com uma Leitura Orante sobre a figura de Abraão. Em seguida, foi discutido o planejamento da IAM nos países do Cone Sul com prioridade para a formação de animadores, coordenadores e assessores da Obra.

As ações planejadas foram: 1) cadastrar os assessores; 2) escutar as crianças e adolescentes sobre a IAM; e 3) Analisar os conteúdos trabalhados em cada país do Cone Sul.

Esse processo deverá se estender até o mês de fevereiro de 2018 quando acontecerá uma nova reunião no Paraguai. Em 2018 a IAM completará 175 anos de fundação e por isso promoverá um ano celebrativo com o tema: “IAM: 175 anos fazendo discípulos missionários para o mundo”.

Os diretores das POM começaram a discutir também, uma programação para o mês extraordinário de oração e reflexão sobre a missio ad gentes convocado pelo papa Francisco para outubro de 2019. O mês missionário marcará o centenário da promulgação da encíclica Maximum illud e deverá promover o compromisso missionário da Igreja em linha com a Evangelii Gaudium.

Com informações de Vida Nueva Digetal

comment Ainda não há comentários.

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário.

mode_editDeixe uma resposta

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu