Assessores da juventude se reúnem em Porto Alegre

Assessores da juventude se reúnem em Porto Alegre

Encontro nesta quarta-feira, 12 de julho, em Porto Alegre (RS) reúne 20 assessores/as para tratar sobre a dimensão psicoafetiva e psicossocial da pessoa

de Judinei Vanzeto *

O Serviço de Evangelização da Juventude do Regional Sul 3 da CNBB, reúne a cada dois meses os assessores e assessoras que atuam nas dioceses. O objetivo é partilhar as experiências e refletir o processo do Setor Juventude. Nesta quarta-feira, dia 12 de julho, na sede do Regional, em Porto Alegre (RS) cerca de 20 assessores/as trataram sobre a dimensão psicoafetiva e psicossocial da pessoa do assessor. Marcaram presença também, dom Adelar Baruffi, bispo da diocese de Cruz Alta e referencial para a Evangelização da Juventude do Regional Sul 3, e padre César Leandro Padilha, secretário executivo do Regional.IMG_1207

À luz do Evangelho da experiência de Jesus Cristo em Betânia com Lázaro, Marta e Maria, local e com pessoas que Ele descansava, os presentes refletiram sobre a necessidade que o assessor tem de um espaço para cuidar de si mesmo.

Segundo o assessor da diocese de Uruguaiana, padre Aodomar Wandscher, esses encontros fortalecem a espiritualidade. “Vemos como um ponto positivo do encontro foi ter iniciado no ambiente Betânia, aonde Jesus descansava, encontrava os amigos, partilhava sua missão com os dons e potencialidades de cada um. Esse é um espaço que nos sentimos livres para falar dos desafios e alegrias que passamos”, contou.

Os assessores entenderam que a cada ano há uma nova face da juventude. Há uma renovação constante que deve ser levada em consideração no âmbito da evangelização. No Rio Grande do Sul existem diversas realidades de juventudes, tanto da cidade como do campo, juventude universitária, mas todas estão nesse processo continuo de renovação. Para atingir os seus corações é precisa estar atento a estes aspectos de atualização.

Todos trazem suas aspirações e certa bagagem religiosa trazida da família e da comunidade de origem. Atender as mais diversas faixas etárias e anseios é sempre um desafio.

Setor Juventude
O Setor Juventude está completando 10 anos e na maioria das dioceses existem uma caminhada e compreensão sobre o seu objetivo de agregar todas as juventudes na mesma direção sem perder seu jeito de ser e agir em seus grupos e movimentos. Uma das grandes dificuldades do setor é a questão financeira para investir na formação. Mas a juventude está mais aberta para acolher e entender a Igreja desde seu grupo, paróquia, diocese e a unidade com o Regional.

Os assessores e todos aqueles que trabalham com os jovens tem colaborado bastante na criação de uma nova consciência de participação em comunhão com todas as instâncias organizativa da Igreja. Essa participação gera comprometimento pelo fato de não ser apenas um grupo isolado, mas que faz parte do todo.

Momento de transição
A Irmã Zenilde Fontes coordena o Serviço de Evangelização da Juventude desde 2010 e é considerada a grande responsável para as bases de um trabalho conjunto de criação de processo na evangelização da juventude gaúcha. RudineiMas chegou o momento de passar o bastão para o padre Rudinei Zorzo, da diocese de Caxias do Sul, que a partir de 2018 assumirá a coordenação do serviço Regional.

“É uma alegria muito grande chegar no final de um processo e com cuidado vamos fazendo as finalizações com serenidade e responsabilidade com a juventude. São dois processos que não me pertence, mas apenas presto um serviço para a Igreja do Rio Grande do Sul e a juventude. Essa passagem ainda temos seis meses para correr juntos e que ele se sinta localizado como coordenação, porque ele está desde 2011 no processo”, frisou Zenilde.

Mensagem do padre Rudinei
“Contem comigo! O meu grande sonho de vida sacerdotal era o de ser missionário, mas depois aprendi com Jesus Cristo que ser missionário é ser aonde nós somos colocados e estamos. Vejo a juventude como um grande campo de missão. Por isso, juventudes, sintam meu amor por vocês. É meu projeto de vida o amor pela juventude. Não quero dizer que serei um pai, mas um irmão mais velho que está junto, que brinca, mas se precisa chama a atenção. Esse é meu desejo de estar com a juventude no serviço de evangelização”, concluiu.

Assessoria de Imprensa Regional Sul 3 da CNBB

comment Ainda não há comentários.

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário.

mode_editDeixe uma resposta

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu