Conheça a Propagação da Fé

Nossa história

Paulina Maria Jaricot (Lyon, França, 1799– 1862) foi a fundadora da maior iniciativa de apoio às Missões de toda a história da Igreja Católica: a Associação para a Propagação da Fé, iniciada em 1818, que posteriormente se tornou a Obra da Propagação da Fé, fundada oficialmente no dia 3 de maio de 1822. Em 1922, no seu centenário, a Obra recebeu do Papa Pio XI o título de Pontifícia, juntamente com as Obras da Infância Missionária e de São Pedro Apóstolo.

Tudo começou com uma campanha de orações, ampliada para a colaboração material e a constituição de um fundo de ajuda às Missões, ao lado da devida formação acerca do compromisso missionário de cada cristão.
A Propagação da Fé, com o apoio dos Papas, difundi-se inicialmente nas dioceses da França, depois em outros países da Europa e também na América. Hoje se encontra presente em mais de 150 países.

Objetivos

A Obra da Propagação da Fé tem em vista:

1. Fazer que todo o Povo de Deus tome consciência da sua vocação missionária universal.
2. Conservar na Igreja o Espírito de Pentecostes, que abriu aos Apóstolos os confins do mundo e fez deles missionários: é o espírito católico, ou seja, universal, que corresponde à própria natureza da Igreja.
3. Manter vivo o compromisso com a evangelização universal em todos os setores do Povo de Deus: famílias, movimentos, associações, seminários, comunidades eclesiais de base, paróquias e dioceses, para que todos os cristãos tomem consciência de sua vocação missionária.
4. Promover as vocações missionárias “ad gentes” (anúncio do Evangelho aos povos não cristãos, primeira evangelização), em particular aquelas “ad vitam” (para toda a vida).
5. Informar os cristãos acerca da vida e das necessidades missionárias da Igreja, visando a partilha de valores espirituais e gestos de solidariedade nos momentos difíceis, com apoio moral e material nas adversidades.
6. Estimular nas Igrejas locais cooperações espirituais, materiais e pessoais, inclusive enviando evangelizadores para o mundo inteiro.
7 . Favorecer a educação, especialmente dos jovens, na justiça, mediante a informação e o conhecimento da Doutrina Social da Igreja, para incitá-los à solidariedade e à sensibilidade missionária, na entrega de si mesmos à Missão. Com esta finalidade, a Obra dispõe para eles do setor Juventude Missionária.
8. Promover a solidariedade dos cristãos do mundo inteiro, com o intuito de elaborar um programa de justiça econômico-social e de assistência que provenha, de forma regular, às necessidades essenciais da Igreja na evangelização.

Compromissos dos membros

1. Rezar todos os dias pelas Missões.
2. Oferecer algum sacrifício no decorrer do dia pela evangelização.
3. Contribuir financeiramente cada mês para suprir as necessidades missionárias da Igreja.
4. Formar e alimentar seu espírito missionário pela leitura de publicações missionárias (revistas, boletins, sites…), apoiando e divulgando a imprensa missionária

Atividades para animar a Obra

1. Grupos Missionários: A Obra, desde o início, reúne seus membros em grupos de 10 ou 12 participantes, que se comprometem a apoiar os esforços da Igreja para levar a mensagem da salvação em Cristo a todos os povos da terra. Cada grupo escolha um animador e reúna-se uma vez por mês. Sobre o conteúdo das reuniões mensais, observe-se o roteiro estabelecido pelo Secretariado Nacional da Obra. Subsídios propostos pela Igreja no Brasil ou pela comunidade diocesana e paroquial para tempos litúrgicos especiais (Advento, Natal, Quaresma e Campanha da Fraternidade, Mês da Bíblia, Mês das Missões…) poderão ser utilizados com proveito. Quem não puder ou não quiser participar das reuniões mensais poderá igualmente ser membro da Obra da Propagação da Fé, contanto que esteja disposto a cumprir os quatro compromissos.

2. Juventude Missionária: A Juventude Missionária animada pela Obra da Propagação da Fé é um serviço de animação missionária que visa despertar, avivar, formar e manter o espírito missionário universal dos jovens, e ajudá-los a realizar a própria Missão, local e universal. Possui perfil, identidade e metodologia próprios e distintos. Foi a partir da caminhada da Infância Missionária que o processo foi “gestado” e amadurecido, e hoje se torna uma opção de crescimento na caminhada missionária de muitos jovens que querem viver a fundo a vocação principal do batizado: evangelizar!

3. Famílias Missionárias: A Obra da Propagação da Fé motiva também todas as famílias a que sejam missionárias em seu ambiente e além-fronteiras. Suas atividades estão concentradas em três frentes: no interior da família, no ambiente geográfico em que atuam no dia a dia e além fronteiras.

4. Enfermos e Idosos Missionários: É mais um serviço da Obra da Propagação da Fé, estabelecido para associar os enfermos e os idosos que desejem oferecer suas dores, orações, contribuições financeiras e sãs vidas pelas Missões.

Entre em contato

propag.fe@pom.org.br
(61) 3340-4494

menu
menu