Arquidiocese de Aracaju (SE) realiza Semanas Missionárias com seminaristas

Arquidiocese de Aracaju (SE) realiza Semanas Missionárias com seminaristas

Podemos ter noção daquilo que sentiram os 72 discípulos quando voltaram cheios de alegria

Os seminaristas da arquidiocese de Aracaju (SE) foram enviados, entre os dias 03 e 15 de janeiro, às cidades de Nossa Senhora das Dores (03 a 09) e Capela (10 a 15). Nessas cidades os 40 seminaristas realizaram as primeiras Semanas Missionárias em quatro  Aracajuparóquias, no perímetro urbano e na área rural. A programação incluiu diversas atividades como, visitas aos lares, hospitais, escolas e empresas; celebrações da Palavra, reza do terço, Ofício de Nossa Senhora, Via-Sacra, caminhadas penitenciais e missas. Promoveram ainda, encontros formativos com crianças, adolescentes e jovens, membros das pastorais e movimentos. Aproveitaram a ocasião para apresentar o novo Plano de Pastoral da arquidiocese (2017-2019).

A missão em duas etapas contou também com a colaboração de seminaristas da congregação do Verbo Divino (Verbitas), membros de novas comunidades e dos movimentos e pastorais. Estiveram presente também, dom José Palmeira Lessa, arcebispo metropolitano, dom Frei João José Costa, OCarm., arcebispo coadjutor e os formadores que celebraram missas, realizaram visitas, atenderam confissões e ministrando a unção dos enfermos.Aracaju 3

Segundo o seminarista Aécio Cruz, “foram momentos de graça para todos, conforme nos diz o Documento de Aparecida: ‘conhecer a Jesus é o melhor presente que qualquer pessoa pode receber; tê-lo encontrado foi o melhor que ocorreu em nossas vidas, e fazê-lo conhecido com nossa palavra e obras é nossa alegria’ (n.29). Isso foi o que experimentamos enquanto missionários-seminaristas”, destacou e complementou. “Podemos ter noção daquilo que sentiram os 72 discípulos quando voltaram cheios de alegria. É algo que nos anima na caminhada rumo ao sacerdócio, bem como nos permite aderir cada vez mais a urgência de uma Igreja em permanente estado de missão e sermos sensíveis ao outro, colaborando com uma Igreja em saída”.

Com informações do Comise de Aracaju (SE).

comment Ainda não há comentários.

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário.

mode_editDeixe uma resposta

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu